X

Diário da Região

20/02/2018 - 00h30min / Atualizado 19/02/2018 - 23h35min

PAULISTÃO

Timão só empata com o Red Bull

Foi o terceiro jogo sem vitória da equipe de Carille, que segue líder em sua chave

Luciano Claudino/Codigo19/Estadão Conteúdo Atacante Clayson toma a frente de jogador do Red Bull, no empate de 1 a 1 ontem à noite, em Campinas
Atacante Clayson toma a frente de jogador do Red Bull, no empate de 1 a 1 ontem à noite, em Campinas

O técnico Fábio Carille mudou o esquema tático e alguns jogadores para tentar fazer o Corinthians voltar a apresentar um bom futebol, mas ficou devendo no Moisés Lucarelli. Sem encantar, o time ficou no empate por 1 a 1 com o Red Bull Brasil, em Campinas, nesta segunda-feira, 19, em jogo que ficou marcado por dois gols contra. A equipe corintiana completou três partidas consecutivas sem vitórias - duas derrotas e um empate - no Campeonato Paulista.

De volta à formação tática com dois volantes, que foi campeã paulista e brasileira em 2017, o Corinthians iniciou o jogo tendo maior organização tática e segurar mais a bola no pé, muito graças ao fato de o time ter errado menos passes em comparação aos últimos jogos. A qualidade, porém, foi caindo com o passar do tempo.

Cássio praticamente não precisou fazer nenhuma grande defesa em todo o jogo e o gol do Red Bull Brasil saiu de um lance infeliz por parte de Juninho Capixaba. O problema é que o time apresentou melhora na marcação, mas continuou com dificuldades na finalização.

Sem centroavante, já que Júnior Dutra abria muito pelos lados, o jeito foi apostar em jogadas pelas pontas, principalmente com Romero e Clayson. E foi em uma dessas tentativas que o time conseguiu abrir o placar.

Cansado da má atuação de Camacho, que pouco produziu na defesa e no ataque, Carille decidiu tirá-lo e colocar Maycon. A mudança surtiu efeito nos primeiros minutos, quando o Corinthians voltou com tudo e passou a arriscar mais chutes de fora da área. Em um deles, Clayson fez boa jogada pela esquerda, cortou para o meio e chutou na direção da área. Romero tentou desviar, mas foi Tiago Alves quem marcou contra.

O gol deu um relaxamento ao time de Carille e tal postura custou caro. O empate ocorreu graças a justamente quem era um dos piores em campo. Após cruzamento para a área, Juninho Capixaba tentou cortar e, de cabeça, mandou para o próprio gol. Em seguida, o lateral saiu machucado. O gol transformou os minutos finais em uma correria de dois times ansiosos e que pareciam tentar ganhar na força. Sem sucesso.

Agora com 13 pontos e na liderança do Grupo A, o Corinthians voltará a jogar no sábado, quando receberá o Palmeiras no Itaquerão. O Red Bull soma 11, em terceiro lugar no Grupo D, e atuará na próxima segunda-feira contra o Ituano, fora de casa.

Reforço

O Corinthians oficializou também a contratação do zagueiro Marllon, que estava na Ponte Preta e assinou acordo por quatro temporadas. Para contar com Marllon, o Corinthians pagará R$ 1 milhão por 50% dos direitos econômicos do atleta, que pertenciam ao Cianorte, do Paraná. Revelado pelo Cruzeiro, o atleta firmou acordo nesta segunda-feira. "Estou bastante feliz e mais motivado ainda para vestir essa camisa. Pode ter certeza de que vou dar a minha vida por este clube", afirmou o jogador, por meio de um vídeo reproduzido pelo Corinthians.

Carioca nascido no Rio de Janeiro, Marllon tem 1,86m de estatura e em sua carreira profissional atuou por Cruzeiro, Bangu, Flamengo, Duque de Caxias, Boavista, Rio Claro, Santa Cruz, Capivariano, Atlético Goianiense, Cianorte e finalmente a Ponte Preta.

 

FICHA TÉCNICA

RED BULL - 1

Júlio Cesar; Éverton Silva, Tiago Alves, Anderson Marques e Breno Lopes; André Castro, Eder Luis (Doriva) e Eder; Deivid (Matheus Oliveira), Claudinho (Thomaz) e Ricardo Bueno. Técnico: Ricardo Catalá.

CORINTHIANS - 1

Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba (Gabriel); Renê Júnior, Camacho (Maycon), Rodriguinho, Clayson (Emerson) e Romero; Júnior Dutra. Técnico: Fábio Carille.

Gols: Tiago Alves (contra) aos 6 minutos do 1º tempo; Juninho Capixaba (contra) aos 23 minutos do 2º tempo. Árbitro: Vinicius Furlan. Renda: R$ 297.219,00. Público: 7.027 pagantes. Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, na noite desta segunda-feira, 19.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso