Mirassol precisa bater a Ponte Preta para deixar a zona do rebaixamentoÍcone de fechar Fechar

LEÃO EM APUROS

Mirassol precisa bater a Ponte Preta para deixar a zona do rebaixamento

O Leão está na última posição do Grupo D, com sete pontos, e na penúltima posição da classificação geral


    • São José do Rio Preto
    • máx min

Com uma pedreira pela frente, o Mirassol recebe a Ponte Preta neste domingo, 25, às 19h30, no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, para sair da zona de rebaixamento do Campeonato Paulista da Série A-1. Os campineiros não perdem no Paulista há cinco jogos, vem de quatro empates. Além disso teve um empate e uma vitória nas duas primeiras fases da Copa do Brasil, contra Nacional-AM e Inter de Limeira, respectivamente.

"A semana foi de intenso trabalho e sabemos da importância do resultado positivo. Nos preparamos muito bem, observamos os jogos do nosso adversário, que é muito bem treinado pelo Eduardo Baptista. E nosso principal objetivo é fazer um bom jogo para darmos um bom salto na tabela de classificação", disse o treinador Moisés Egert.

O Leão está na última posição do Grupo D, com sete pontos, e na penúltima posição da classificação geral, na frente apenas do Linense, com cinco pontos. Uma vitória significaria um salto na tabela. "Chegando aos 10 pontos podemos ultrapassar até quatro equipes e nos igualamos a própria Ponte Preta", disse Egert.

O técnico contará com a volta do volante Wellington Reis, que estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo e não atuou no empate por 1 a 1 com o Ituano.

A equipe não conseguiu embalar uma sequência positiva de resultados e venceu apenas um dos oito jogos disputados no estadual. Além da vitória solitária contra o São Caetano, são quatro empates e três derrotas. "Estamos sendo superiores nos últimos jogos em relação aos nossos adversários, mas a bola não está entrando. Trabalhamos muito firme nesta semana, fizemos muito treino de finalização e vamos entrar com mais garra ainda para buscarmos os três pontos", disse o lateral-esquerdo Marlon Farias.

A Macaca deu trabalho aos times da capital neste Paulista. Venceu o Corinthians por 1 a 0 e empatou com o Palmeiras. No Grupo B, tem a mesma pontuação do São Paulo - 10 - e pode se isolar na liderança caso o Tricolor tropece contra a Ferroviária. O Leão perdeu para Palmeiras e São Paulo e ainda encara o Corinthians na penúltima rodada. Pelas contas de Egert, duas vitórias garantem a permanência na elite.

(Colaborou Victor Stok)

 

MIRASSOL

Fernando Leal; Danilo Boza, Edimar, Edson Silva e Marlon Farias; Wellington Reis, Paulinho, Léo Baiano e Rodolfo; Douglas Baggio e Zé Roberto. Técnico: Moisés Egert.

PONTE PRETA

Ivan; Emerson, Renan Fonseca, Luan Peres e Orinho; Jeferson, João Vitor, Marciel e Daniel (Léo Artur); Silvinho e Felippe Cardoso. Técnico: Eduardo Baptista.

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho. Local: estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, neste domingo, 25, às 19h30, com transmissão do SporTV. Ingressos: R$ 40 (arquibancada) e R$ 60 (cadeira coberta). Há meia-entrada nos dois setores para estudantes credenciados, mulheres, crianças de até 12 anos e maiores de 60 anos.