Italiano apela e Justiça cancela audiênciaÍcone de fechar Fechar

AMÉRICA

Italiano apela e Justiça cancela audiência

Ação para cancelar eleição é anexada ao processo que definiu retorno de Zé Branco


    • São José do Rio Preto
    • máx min

As 'batalhas jurídicas' pela disputa do poder no América estão distante de ter um final feliz. O presidente deposto Luiz Donizette Prieto, o Italiano, recorreu ao Tribunal de Justiça com um mandado de segurança com pedido liminar para voltar ao poder no lugar de José Carlos Pereira Neto, o Zé Branco.

O ex-cartola defende que foi prejudicado pela decisão do juiz da 6ª vara de Rio Preto, Marcelo de Moraes Sabbag, de reconduzir Zé Branco à presidência depois de 15 meses de afastado, quando seu mandato já havia expirado. O pedido está com o relator Erickson Gavazza Marques, na 5ª Câmara de Direito Privado do TJ e deve ser julgado até segunda-feira, dia 26.

No campo dos argumentos, Italiano apresenta todo o processo pelo qual Zé Branco foi afastado em 2016, com os relatórios de sindicância e o processo eleitoral do último mês de novembro.

Em Rio Preto, o juiz Paulo Roberto Zaidan Maluf, da 8ª vara cível, cancelou a audiência de conciliação entre América e Benedito Teixeira Júnior, que pedia a suspensão das últimas eleições do clube alegando irregularidades. Júnior encabeçou uma chapa de oposição a Italiano, que foi impugnada na véspera do pleito.

Maluf solicitou a redistribuição do processo para a 6ª Vara, tornando o parte da ação que está nas mãos de Sabbag no caso Zé Branco. "não se pode ignorar que as causas estejam intimamente relacionadas, na medida em que compartilham de um único contexto", diz um trecho do despacho desta quinta-feira.

Sem diálogo

No seu primeiro dia como presidente, Zé Branco afirmou que foi ao clube apenas no período da tarde, por conta de outras obrigações pessoais. "É difícil sozinho. Se ninguém ajudar e ficar nessa briga jurídica o América vai acabar", disse Zé Branco. "Não me sinto feliz com isso."

Apesar de dizer que vai esperar pelo desenrolar do pedido de Italiano na Justiça, Zé Branco afirma que já fechou com o empresário Espedito Vasconcelos para ser superintende de futebol no clube. "Acho que ele até se desligou do Andradina (onde seria parceiro). Ele tem afinco, é organizado, me animou."

A promessa de diálogo caiu por terra. "Não chamei ninguém, entraram com mandado de segurança ao invés de tentar conversar. Acho que eu ajudaria muito e eles são do meu partido, o Italiano é meu vice", disse Zé Branco.

Italiano está irredutível. "Não aceito diálogo com um cara que só prejudicou o América", disse Italiano, garantindo que todos os parceiros anunciados antes do retorno de Zé Branco estão ao seu lado. "Eu voltando em um dia, no outro estão no América. Acreditamos na Justiça."