X

Diário da Região

19/02/2018 - 22h41min / Atualizado 19/02/2018 - 22h57min

BOA NOTÍCIA

Indústria abre 1,4 mil empregos

Em janeiro, de acordo com o Ciesp, nível de emprego na região de Rio Preto fechou em 1,65%, o que representa 1,4 mil postos de trabalho; região foi a quinta melhor do Estado

Guilherme Baffi /Arquivo Este foi o melhor janeiro
 desde 2008, quando 
o resultado foi 
positivo em 8,91%
Este foi o melhor janeiro desde 2008, quando o resultado foi positivo em 8,91%

Rio Preto ficou na 5ª posição entre as 35 regiões que integram a pesquisa de emprego na indústria do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). Em janeiro, o nível de emprego industrial fechou em 1,65%, o que representa aumento de 1,4 mil postos de trabalho em 102 municípios que integram a pesquisa.

O resultado positivo de janeiro é o melhor indicador observado nos últimos dois anos. No mês passado, o desempenho foi provocado pelas variações positivas do setor de produtos alimentícios (3,67%), seguido por veículos automotores e autopeças (3,19%), confecção e de artigos de vestuário e acessórios (1,04%) e móveis (0,86%).

A comparação com o mês de janeiro de 2017 também indica um melhor momento, já que naquela ocasião, o resultado foi positivo em 0,55%. No ano passado, houve sete meses de resultado positivo, com destaque para abril, que fechou em 1,21%. Este também foi o melhor janeiro desde 2008, quando o resultado foi positivo em 8,91%.

Para o diretor regional do Ciesp de Rio Preto, Luiz Fernando Lucas, os números ainda não são motivo para comemoração, mas indicam uma tendência de recuperação da economia, de que se está saindo aquela grave recessão que o País vivia. "Não dá para comemorar porque a comparação é com números muito ruins, mas demonstra o início de uma retomada, de que o emprego parou de cair e começou a crescer", disse.

No período de 12 meses, entretanto, o resultado ainda é negativo, em 0,18%, com a perda de cerca de 150 postos de trabalho. O acumulado segue a tendência observada em 2017, quando o emprego no setor fechou negativo em 1,26%, com a perda de 1,1 mil vagas nas indústrias de 102 municípios da região.

Segundo Lucas, a perspectiva é de que as contratações se mantenham nos próximos meses, não necessariamente no mesmo percentual ou números absolutos. "A tendência é de manutenção da recuperação, crescente, lenta, mas contínua", afirmou.

Ranking

De acordo com o Ciesp, a análise do primeiro mês do ano mostra que, em relação a dezembro, houve resultado positivo em 24 regiões, sete ficaram estáveis e quatro tiveram desempenho negativo. O destaque ficou por conta de São João da Boa Vista (3,01%); depois, Mogi das Cruzes (2,42%) e Araraquara (2,07%). Jundiaí ficou na quarta posição (1,69%), seguido por Rio Preto (1,65%).

Entre as diretorias com resultado negativo, as que mais se destacaram foram: Jaú (-1,70%); Jacareí (-1,34%); Limeira (-0,90%); Santo André (-0,62%) e Guarulhos (-0,26%). Para São Paulo - Capital, a variação foi de 0,10%.

No estado, a indústria contratou 10,5 mil trabalhadores em janeiro de 2018, o equivalente à variação de 0,50% em relação a dezembro. Foi o melhor resultado para o mês desde janeiro de 2012, nesta base de comparação. Para se ter uma ideia, a média de contratações no primeiro mês do ano é de 2.800 postos abertos entre 2005 e 2017. Considerando o ajuste sazonal, a variação mensal do emprego na manufatura de São Paulo foi de -0,04%, resultado considerado estável, mas ainda assim, o melhor para janeiro desde 2012 (quando registrou -0,37%).

Na avaliação por setores, abriram vagas de trabalho no mês 16 dos 22 setores pesquisados. Os destaques ficaram com as seguintes áreas: veículos automotores, reboques e carrocerias (mais 2.939 postos), confecção de artigos do vestuário e acessórios (2.123) e produtos de minerais não metálicos (1.426).

Em nota, o Ciesp comenta que o desempenho de janeiro demonstra a consistência do processo de crescimento da economia. O emprego no setor manufatureiro tem mostrado resultados acima da média de forma consistente, seguindo o aumento de produção registrado pela indústria paulista no ano de 2017, que foi de 3,4%".

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso