X
X

Diário da Região

03/02/2018 - 20h08min / Atualizado 02/02/2018 - 13h30min

Folia

Carnaval injeta R$ 31 milhões na economia da região

Estimativa aponta para a injeção de pelo menos R$ 31 milhões na economia de cinco municípios que mais se beneficiam com a maior festa brasileira; turismo fomenta comércio e serviços

Fotos: Guilherme Baffi 1/2/2017/ Lorena Agreli,  Milena Sousa,  Giovanna Pandim,Beatriz Simões, Ana Laura Arantes e Juliana Ferraz alugaram uma casa em Votuporanga para passar o Carnaval
Lorena Agreli, Milena Sousa, Giovanna Pandim,Beatriz Simões, Ana Laura Arantes e Juliana Ferraz alugaram uma casa em Votuporanga para passar o Carnaval

Na maior parte das cidades, o Carnaval dura apenas quatro dias, cinco, quem sabe, mas o grande evento da cultura brasileira representa muito para a economia de cidades da região de Rio Preto. Estimativa feita pelo Diário mostra que em cinco cidades, a folia vai significar a movimentação de pelo menos R$ 31 milhões no período, dinheiro que dá uma boa injeção de ânimo para setores ligados ao turismo, comércio e serviços.

Mesmo longe do Rio de Janeiro, Bahia ou Recife, cidades da região já se tornaram destinos turísticos para o período do Carnaval, atraindo turistas de vários estados brasileiros. A maior expoente e que recebe o maior número de visitantes é a vizinha Votuporanga. Lá, o Oba Festival chega a 12ª edição com projeção de receber 160 mil pessoas em quatro dias. A injeção na economia deve chegar a R$ 20 milhões.

Mas se nem todas as cidades da região conseguem ou decidem promover eventos grandiosos, a realização em algumas delas acaba gerando impacto também nas que ficam mais próximas, com ocupação de leitos em hotéis, casas e chácaras alugadas, parques e clubes lotados e comércio e restaurantes com maior movimentação de clientes.

É o que ocorre com Rio Preto. Por aqui, o Carnaval não tem tanto alcance como em Votuporanga, Potirendaba ou Ibirá - que neste, por questões financeiras, não vai promover o evento. O impacto do Carnaval nas cidades da região se reflete em Rio Preto principalmente na ocupação dos hotéis e outros tipos de hospedagens.

Para se ter uma ideia, levantamento feito no Booking, site de reserva de hospedagem, mostra que para o fim de semana do Carnaval, 10 e 11 de fevereiro, a taxa de ocupação em estava na ordem de 80%, incluindo hotéis, apartamentos, motéis e outras hospedagens domiciliares. "Esse grande evento traz um volume muito grande de pessoas e causa um grande impacto, inclusive para comércio e restaurantes", afirmou André Rissi, do Sindicato dos Bares, Hotéis e Restaurantes de Rio Preto.

Para atender esse turista, que tem um comportamento diferente do usual - como acordar mais tarde e chegar mais tarde aos hotéis, Rissi conta que as empresas acabam tendo de adaptar para atende-lo melhor. Dessa forma, mudam os horários de arrumação dos quartos, estendem o café da manhã e mudam a rotina da segurança. "Se o hotel não se adaptar esse turista não volta, porque o destino (a festa, a hospedagem) precisam ficar completos", explica.

Segundo o secretário interino de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Rio Preto, José Onofre de Araújo, o Carnaval sempre provoca uma movimentação positiva na cadeira produtiva da cidade. "Por ser um feriado prolongado, muitas famílias recebem parentes e acabam fazendo festas, isso gera maior consumo nos supermercados", disse. Sem contar que os cerca de 4,2 mil leitos da cidade ficam praticamente lotados com os turistas que vem para Rio Preto ou que se hospedam aqui para curtir nas proximidades.

Festa

É o desejo de conhecer a festa que ajuda a movimentar as economias da região. Um grupo de cerca de dez amigas de Rio Preto vai passar o Carnaval em Votuporanga. Elas alugaram uma casa na cidade e se juntam a outro grupo para passar os quatro dias lá. A estudante de nutrição Lorena Agreli, 18 anos, conta que é a primeira vez que vai para o evento e está bastante animada. Ela vai gastar cerca de R$ 850 com o ingresso da festa e hospedagem. "Como é a primeira vez, comprei o ingresso de pista, dá para aproveitar e também para conhecer", disse.

Milena Souza, 19, estudante de biomedicina, vai no mesmo grupo e tem previsão de gastar também o mesmo valor com entrada e hospedagem. Para economizar nos gastos com alimentação, pretende levar algumas marmitas prontas daqui e fazer as outras refeições em restaurantes de Votuporanga. "Fiz um planejamento financeiro para ir à festa. Estou com muita expectativa por ser uma experiência nova", disse.

O casal de namorados Gabrielle Dutra Ziminiani, 20, estudante de medicina, e Vinicius Augusto, 20, estudante de direito, também vai para Votuporanga no Carnaval. Mas, segundo Gabrielle, vão ficar na casa de parentes dela. "Como a gente acaba dormindo até mais tarde, vamos aproveitar para fazer as refeições nos restaurantes", conta. E, como as festas do evento são temáticas, aproveitam para comprar algum acessório no comércio.

Rio é mais um atrativo

Divulgação Carnaval em Pereira Barreto é realizado na praia do Pôr do Sol
Carnaval em Pereira Barreto é realizado na praia do Pôr do Sol

As águas das prainhas de rio são um atrativo a mais para quem quer pular o Carnaval e dar uma relaxada. Em Pereira Barreto, neste ano, a projeção é de que pelo menos dez mil pessoas participem dos eventos na Praia Pôr do Sol. "O Carnaval é dos um dos principais eventos da cidade, que gera um grande movimento no comércio, hotéis, pousadas, postos de gasolina. ", disse o secretário de turismo, Igor Grespan.

A festa é aberta ao público. Quem prefere um serviço mais privilegiado pode optar pelos camarotes, que são open bar e custam R$ 2 mil (para dez pessoas) durante as quatro noites de festa, animadas por bandas. A previsão é de que os turistas gastem entre R$ 100 e R$ 120 por dia, o que deve representar a injeção de R$ 5 milhões na economia.

Ilha Solteira

Em Ilha Solteira, a previsão é de que o Carnaval vá receber entre 4 mil e 5 mil pessoas e ajude a aumentar o movimento do comércio, em especial no setor de bares, restaurantes e supermercados. O Carnailha, evento organizado pelos estudantes da Unesp, promove cinco noites de festa na Praia Catarina, às margens do rio Paraná.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso