X
X

Diário da Região

01/03/2018 - 00h30min / Atualizado 28/02/2018 - 22h59min

AEDES AEGYPTI

Em um ano, casos de dengue recuam 70,5% em Rio Preto

Foram registrados 27 casos de zika vírus em Rio Preto, e outros seis estão em investigação

Johnny Torres 16/2/2018 Sujeira no Cidade Jardim, onde índice Breteau está mais alto
Sujeira no Cidade Jardim, onde índice Breteau está mais alto

Nos dois primeiros meses do ano, foram registrados em Rio Preto 25 casos de dengue, 70,5% a menos que os 85 casos contabilizados no mesmo período do ano anterior. Nenhum paciente teve a forma grave da doença. Há 213 notificações em investigação. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 28, pela Secretaria Municipal de Saúde.

Foram registrados 27 casos de zika vírus em Rio Preto, e outros seis estão em investigação. Não há casos confirmados de chikungunya. Dos 14 notificados, dez foram descartados e quatro seguem em investigação.

O Índice de Breteau, que mede o nível de infestação do Aedes aegypti, transmissor das doenças, estava em 6,7 em janeiro, seis vezes mais que o ideal e mais que o dobro do aceitável para o período,que é de três.

A grande preocupação das autoridades de saúde não é com a dengue. Em Rio Preto, têm circulado os tipos um e dois do vírus, e boa parte da população está imune a eles. A preocupação da Secretaria Municipal é com zika e chikungunya, aos quais a maioria dos moradores está suscetível

O zika não é considerado uma doença grave - a não ser quando a paciente é gestante. O vírus está associado à microcefalia do bebê, além de outras graves malformações.

Em fevereiro, a Secretaria Municipal de Saúde antecipou o critério para retirada de repelentes para gestantes. Antes, apenas as participantes do programa Bolsa Família tinham acesso aos frascos. Para dar maior proteção às demais grávidas, todas podem retirar o produto na Farmácia Municipal, mediante apresentação de prescrição médica confirmando a gravidez. Em fevereiro foram distribuídos 333 frascos.

De acordo com a Saúde, trabalho dos agentes de saúde, com visitas aos imóveis, é realizado durante a semana de forma contínua e permanente, preferencialmente em bairros onde o índice de Breteau está mais alto, como Cidade Jardim (16,7) e Gonzaga de Campos (16,3). Os agentes ainda orientam os moradores para manter os imóveis limpos.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso