X
X

Diário da Região

22/02/2018 - 22h39min / Atualizado 22/02/2018 - 22h47min

MEDICINA

Famerp se destaca em exame feito pelo Cremesp

Mais da metade dos egressos de 2017 da faculdade passou na prova

Mara Sousa/Arquivo Dulcimar de Souza, diretor da Famerp, defende obrigatoriedade da prova
Dulcimar de Souza, diretor da Famerp, defende obrigatoriedade da prova

A Famerp foi classificada entre as melhores faculdades do estado de São Paulo no exame do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp). Os resultados, divulgados nesta quinta-feira, 22, apontam que mais da metade dos 64 egressos de 2017 acertou 60% da prova.

No Estado, os resultados também foram positivos. Mais da metade dos alunos de todas as faculdades públicas conseguiu acertar o mínimo de 72 das 120 questões e passar na prova. Das 32 escolas médicas que realizaram a prova no total, inclusive as particulares, no entanto, onze não atingiram o ponto de corte, o que significa que mais da metade de seus alunos foi reprovado.

Pela primeira vez em dez anos, mais da metade dos recémformados conseguiram o número mínimo de acertos. Foram 64,6%. A prova foi aplicada em 22 de outubro de 2017, abrangendo as áreas de clínica médica e cirúrgica, pediatria, ginecologia, obstetrícia, saúde pública, epidemiologia, saúde mental, bioética e ciências básicas.

O Cremesp não divulga a nota de cada faculdade individualmente, por isso não é possível saber a posição exata da Famerp. Formado no ano passado, Guilherme Marum Olmedo, de 25 anos, acertou 78% do teste. Ele conta que não se preparou exclusivamente para isso. “A gente se prepara muito para a prova de residência, por tabela se prepara para a prova do Cremesp”, afirma.

Mesmo com a diferença grande que ele enxerga entre provas e o exercício da profissão, acredita que a boa formação que recebeu ajuda na hora dos certames. “A gente tem uma base muito forte, aí vem o internato para complementar. Vê muita coisa, discute muito caso, vê muita conduta, põe a mão na massa. Fica mais fácil quando vai para o livro estudar a teoria, consegue compilar e agregar mais, facilita muito na prova.”

Para Dulcimar Donizeti de Souza, diretor da Famerp, os bons resultados são reflexo do investimento na área do ensino e capacitação de pessoas. “Sabendo que a origem também se dá logo no vestibular. Tem selecionado cada vez mais e melhor seus alunos”, acredita.

A Famerp é uma das escolas de medicina mais concorridas do Estado. Para entrar lá neste ano, o candidato teve que enfrentar uma concorrência de 212,2 pessoas por vaga, mais do que na USP São Paulo (135,74 candidatos por vaga), USP Bauru (105,88) e USP Ribeirão Preto (86,5).

“Tem uma boa escola, campus de estágio e formação no internato de ponta, que são nossos hospitais, o Hospital de Base e o Hospital da Criança e Maternidade. Tem a nossa pós-graduação, que ajuda bastante na formação e capacitação dos docentes. É uma somatória de coisas para que esteja na vanguarda”, acredita Dulcimar.

Exame obrigatório

Passar no exame do Cremesp não é obrigatório para que o recém-formado exerça a medicina, mas o órgão pretende mudar isso. Foi lançada na internet uma petição com o objetivo de alcançar meio milhão de assinaturas para serem encaminhadas ao Congresso Nacional e, desta forma, agilizar o processo de aprovação do Projeto de Lei que torne obrigatório o exame para todos os egressos.

Dulcimar também defende a ideia. “A exemplo da Ordem dos Advogados do Brasil. Acho que principalmente a profissão que cuida da vida humana deveria exercer só quem foi aprovado”, considera. “Aqueles que não forem aprovados devem aguardar e de novo serem submetidos a uma prova. Mas é uma discussão longa, filosófica.”

A prova do Cremesp não é obrigatória para ingressar no programa de residência da Famerp, mas o candidato ganha pontos se tiver passado.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso