X
X

Diário da Região

27/02/2018 - 00h30min / Atualizado 26/02/2018 - 23h14min

FRAUDE

Itália cancela cidadania de 17 rio-pretenses

Eles fazem parte de lista com 1.188 brasileiros suspeitos de esquema

Foto: Pixabay Brasileiros tiveram sua cidadania italiana anulada por desrespeito à lei que concede cidadania a estrangeiros no país
Brasileiros tiveram sua cidadania italiana anulada por desrespeito à lei que concede cidadania a estrangeiros no país

Dezessete rio-pretenses estão entre os 1.188 brasileiros que tiveram a cidadania italiana cancelada após a descoberta de fraudes no processo pela pequena cidade de Ospedaletto Lodigiano, na região da Lombardia. Eles são acusados de pagar propina a agentes públicos para que estes atestassem o tempo mínimo de residência necessário à obtenção da cidadania. O esquema era coordenado por um casal de brasileiros.

A cidade italiana divulgou três listas contendo os 1.188 nomes de brasileiros em seu site oficial no dia 9 de fevereiro. De acordo com a Agência Italiana de Notícias (ANSA), os processos de cidadania haviam sido abertos entre julho de 2015 a julho de 2017. Na lista A, contêm o nome de 14 rio-pretenses e na lista B de três.

O Diário procurou os 17 rio-pretenses citados na lista, mas conseguiu contato apenas com uma família que teve a cidadania de seis membros canceladas. Através de nota, via assessoria de imprensa, a família alegou inocência.

"Eu e minha família iniciamos há mais ou menos 10 anos o processo para reconhecimento da cidadania italiana, seguindo absolutamente todos os trâmites legais. Até por isso demorou tanto. (...) contratamos uma advogada brasileira que mora lá e foi indicada para nos auxiliar. Seguimos estritamente todos os comandos que nos deram, inclusive de passar um período naquele país. Após isso, ainda fizemos um último procedimento no Consulado Geral da Itália, em São Paulo, e recebemos nossos passaportes normalmente", diz a nota.

A família alega surpresa com a decisão de cancelamento. "Recentemente fomos surpreendidos com uma notificação da Comuna, via Consulado, dizendo que nossas cidadanias seriam canceladas. Não fizemos nenhum tipo de manobra ilícita, seja de qualquer natureza."

A nota diz ainda que após a repercussão do caso a família descobriu "que a advogada por nós contratada, aparentemente, possuía um esquema de pagar propinas para autoridades públicas na localidade em questão, o que desconhecíamos até então. Assim, acabamos sendo vítimas desta situação. Ainda estamos avaliando o que fazer".

Segundo o jornal italiano "Il Giornale", o casal que comandava o esquema, cobrou cerca de 3.500 a 5 mil euros por brasileiro para dar continuação à prática. Desse dinheiro, cerca de 1.500 euros acabaram nos bolsos de funcionários públicos italianos. Ainda segundo o jornal, apenas em 2016, cerca de 500 brasileiros que nunca se mudaram para a cidade italiana conseguiram o direito à cidadania.

De acordo com as autoridades italianas, o esquema envolvia corrupção e não cumprimento do tempo mínimo de permanência na Itália exigido para se enquadrar em um processo de cidadania através de residência.

Entenda

1.188 é o número de cidadanias italianas que foram canceladas

Eles são acusados de pagar propina a agentes públicos para que atestassem o tempo mínimo de permanência para obter a cidadania.

Os cancelamentos foram anunciados no site da prefeitura de Ospedaletto Lodigiano, na região da Lombardia

A cidade italiana tem 1.574 moradores, mas tinha 1.188 brasileiros inscritos no registro de italianos residentes no exterior

Entre os benefícios da cidadania está o de poder entrar e residir legalmente em qualquer país da União Europeia

Como obter a cidadania italiana

São duas as formas legais: por descendência ou tempo de residência

Descendência

pelo jus sanguini, brasileiros filhos, netos, bisnetos ou mesmo tataranetos de italianos têm direito à dupla cidadania é preciso, então, procurar o Consulado Italiano que atende no Estado e reunir uma série de documentos o processo pode durar de cinco a dez anos, e os custos são variáveis

Tempo de residência

outra forma de obter a cidadania é morando na Itália com um comprovante de residência e documentação reunida, é preciso dar entrada no processo agentes fazem visita na residência para comprovar a moradia

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso