Praça do Cruzeiro será revitalizada Ícone de fechar Fechar

PROJETO

Praça do Cruzeiro será revitalizada

A praça fica na rua Josina Teixeira de Carvalho esquina com a Cristovão Colombo, no entroncamento com a rua Colômbia, no bairro Vila Cruzeiro


    • São José do Rio Preto
    • máx min

Importante ponto de Rio Preto, a Praça do Cruzeiro será revitalizada, com o objetivo de resgatar a valorização cultural e histórica do espaço. A revitalização está prevista para ocorrer até maio, de acordo com nota divulgada pela Prefeitura.

A praça fica na rua Josina Teixeira de Carvalho esquina com a Cristovão Colombo, no entroncamento com a rua Colômbia, no bairro Vila Cruzeiro.

A praça acabou se tornando espaço para moradores de rua. A comerciante Cléo Stefanini disse ter feito um abaixo-assinado com os moradores, pedindo a revitalização da praça. "A praça se tornou um local feio, sujo e eu fico de frente para essa poluição visual. Estou sonhando com essa revitalização," disse a comerciante.

O projeto foi apresentado no nesta terça-feira, 20, por uma comissão formada por Comdephact (Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico de Rio Preto), IHGG (Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Rio Preto); Defesa Civil, Guarda Municipal e Núcleo de Arquitetos da Prefeitura e, algumas secretarias do município.

A Praça do Cruzeiro homenageia o senhor Francisco Basílio da Silva - "Chiquinho Basílio", um dos fundadores do bairro. Conforme costume de algumas tradições religiosas, as imagens quebradas de santos não podem ser meramente descartadas, mas sim deixadas ao pé de um Cruzeiro, em sinal de respeito, e até hoje essa tradição é mantida. Muitos fiéis usam o local para depositar imagens quebradas, além de acender velas e fazer orações.

Para o Comdephact, é preciso ser feito a análise do cenário e entorno, levando em conta a história do bairro e consequentemente o inventário deste Cruzeiro, tratando-se de um patrimônio histórico e religioso da cidade. "É de fundamental importância para o patrimônio histórico, cultural e religioso de Rio Preto, que este bem material e imaterial, seja tombado o quanto antes."