Diário da Região

10/02/2018 - 00h30min / Atualizado 09/02/2018 - 22h22min

CADÊ OS BOLETOS?

Atraso de correspondências irrita moradores e causa prejuízo

Atraso nas entregas de correspondências em Rio Preto faz com que contas cheguem já vencidas nas casas dos moradores

Mara Sousa 9/2/2018 O aposentado Jose Rodrigues Imperador, do Jardim Bordon, recorre à internet para não atrasar as contas
O aposentado Jose Rodrigues Imperador, do Jardim Bordon, recorre à internet para não atrasar as contas

Carteiros e outros funcionários dos Correios não estão em greve. Mesmo assim, as correspondências do pedreiro Ormildo, morador do bairro Alvorada, do aposentado José Rodrigues, do Jardim Bordon, do comerciante Dilmari, do Cecap, e do auxiliar administrativo Alexandre, do Jardim Planalto, demoram a chegar. Boletos e faturas têm chegado às caixas de cartas apenas após as datas vencimento. E isso não é exclusividade deles: em toda a cidade há reclamação de atrasos.

Em janeiro, o pedreiro Ormildo Pereira da Silva, de 62 anos, teve a linha de telefone cortada por conta do atraso de correspondências dos correios. "No bairro há meses que está atrasando a entrega. A minha conta de telefone só chegou depois que cortaram," disse o pedreiro.

O aposentado José Rodrigues Imperador conta que o atraso na entrega das cartas tem causado transtorno em sua rotina. "Não recebo mais correspondência. Quando eles entregam, já está tudo vencido. Tenho recorrido à internet, envio e-mail pedindo o boleto, ou vou diretamente na loja, como na Claro, e, pago pelo CPF. Dá um trabalhão, pois nem todas as empresas têm esse atendimento," disse o aposentado, completando que nesta sexta-feira, 9, ainda não tinha chegado nenhuma correspondência com vencimento no dia 10.

O comerciante Dilmari Rocha Cardoso da Silva tem ido diretamente no caixa eletrônico, já que as correspondências não chegam mais no prazo. "Não tenho mais esperado elas chegarem. Pago diretamente no caixa eletrônico, imprimo o boleto pela internet, ou no caso de algumas contas coloquei no débito automático para evitar problemas."

O auxiliar administrativo Alexandre Tambani disse que os atrasos começaram no fim de novembro. "Tá bastante complicado. O seguro do carro, o convênio e a fatura do cartão de crédito não chegam mais no prazo certo. Nos últimos meses, eu e minha irmã que mora comigo temos pagado quase todas as contas em atraso," declarou o auxiliar.

Justificativa

Em nota, a assessoria de imprensa dos Correios afirmou que os atrasos são pontuais. "Ocorrem devido à sobrecarga de objetos postais acima do dimensionado. A previsão é que a situação seja regularizada até o final deste mês. Para isso, os Correios estão realizando ações como utilização de trabalhadores temporários, apoio de empregados de outras unidades, mutirões e serviço extraordinário." A empresa diz estar à disposição da população através do Fale com os Correios, disponível no site (www.correios.com.br) ou pelo 0800 725 0100.

Falta funcionário

Os correios não abrem concurso público para carteiros desde de 2011. O secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios de Rio Preto (Sintect), Sérgio Luiz Pimenta, diz que o problema nas entregas ocorre pela falta de pessoal. "Perdemos mais de 300 funcionários na região. Enquanto isso, a demanda de entrega aumentou muito por conta de novos loteamentos e condomínios. Com a quantidade de carteiros hoje não conseguimos atender de forma efetiva como antes."

Ele afirma que os Correios instituiu um programa interno para os funcionários, chamado de Distribuição Domiciliar Alternada (DDA). "Dessa forma, o carteiro passa um dia, depois passa daqui dois ou três dias em determinado lugar. Antes não, eles passavam nas residências todos os dias. Mas com o número reduzido de funcionários, isso é humanamente impossível."

Atraso pode gerar até indenização

Mara Sousa 9/2/2018 Comerciante Dilmari Rocha Cardoso da Silva, do Cecap, com conta que precisou retirar a segunda via no banco
Comerciante Dilmari Rocha Cardoso da Silva, do Cecap, com conta que precisou retirar a segunda via no banco

O consumidor que se sentir lesado pelo atraso de entrega de encomendas e documentos tem direito a ressarcimento ou abatimento do valor pago. É o que diz a Fundação Proncon. Em casos de danos morais ou materiais pela falta da prestação do serviço, cabe também indenização por meio da Justiça.

"O consumidor deve exigir a entrega automática das correspondências atrasadas, podendo até pedir uma indenização por conta do atraso gerado," disse o diretor do Procon Rio Preto, Arnaldo Vieira, completando que as unidades do Procon de todo o País têm recebido denúncias contras os Correios.

De acordo com Vieira, o Procon paulista já agendou uma reunião com a diretoria executiva da empresa no estado, notificando que as aberturas de reclamações serão protocoladas, esperando uma movimentação do lado dos Correios.

As empresas que enviam cobrança por meio de correspondência postal são obrigadas a oferecer outra forma de pagamento viável ao consumidor, como internet, sede da empresa, depósito bancário, entre outras.

Não receber a fatura, boleto bancário ou outro tipo de cobrança, que o consumidor saiba ser devedor, não o isenta de efetuar o pagamento. Caso não receba, o consumidor deverá entrar em contato com a empresa credora, antes do vencimento, e solicitar outra opção de pagamento, a fim de evitar a cobrança de eventuais encargos, negativação do nome no mercado ou ter cancelamentos de serviços.

Para fazer uma reclamação na sede do Procon Rio Preto, o consumidor precisa levar apenas a cópia dos documentos pessoais. "Como é para reclamar de correspondências que não foram entregues, não tem como ele provar isso, então só cópias dos documentos pessoais," diz Vieira. (IM)

Serviço

  • O Procon Rio Preto fica na rua Silva Jardim, 3.122, Centro. Abre de segunda a sexta, das 9h às 17h.

 

O que fazer

Em caso de atraso de boletos e faturas, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da empresa emissora e solicite um meio alternativo para realizar o pagamento

Algumas formas podem ser segunda via do boleto, que pode ser enviado por e-mail ou fax, depósito bancário, ou código de barra para pagamento em caixa eletrônico

Caso a fatura tenha chegado após o vencimento e o consumidor pagar, arcando com os juros, ele deve procurar o Procon e relatar o problema

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso