X
X

Diário da Região

27/02/2018 - 00h30min / Atualizado 26/02/2018 - 23h00min

UBER

Motoristas protestam contra projeto de lei

Eles são contra o projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional que, na prática, pode inviabilizar o transporte de passageiros com uso de aplicativo

Mara Sousa 26/2/2018 Manifestante pinta vidro de carro durante a concentração de motoristas da Uber
Manifestante pinta vidro de carro durante a concentração de motoristas da Uber

Cerca de 100 motoristas da Uber participaram de uma manifestação em Rio Preto na manhã desta segunda-feira, 26, contra o projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional que, na prática, pode inviabilizar o transporte de passageiros com uso de aplicativo. Os motoristas se reuniram no Centro Regional de Eventos, saindo em carreata pelas principais vias da cidade.

"A mudança exige que a gente tenha placas vermelhas, o carro tenha de estar no nome do proprietário, e ser da cidade, proibindo que a gente possa andar de carro alugado," diz a coordenadora da manifestação, Maria Alliny da Silva, de 31 anos.

Ela diz ainda que a PLC 28 pode impedir muitos motoristas da Uber de trabalhar. "O problema é barrar e tirar o sustento de milhões de famílias. Com o desemprego a Uber é um refúgio para muitas pessoas poder levar um sustento para casa." Em Rio Preto, são pelo menos 3 mil motoristas cadastrados na Uber. Desse total, cerca de 1,5 mil dependem financeiramente, de forma exclusiva, da atividade.

O PLC está para entrar na pauta de votação da Câmara dos Deputados e a Uber lidera uma campanha em nível nacional para pressionar os parlamentares a derrubarem o projeto de lei, que a empresa define como "Lei do Retrocesso".

O PLC 28/2017 exige que os veículos com finalidade de transporte de passageiros tenham placas vermelhas iguais às dos táxis; autoriza os municípios a proibirem os apps quando quiserem; faz com que os motoristas parceiros precisem de uma autorização específica, que pode ou não ser concedida; todos os motoristas precisam ter veículos próprios (não se pode dividir com familiares ou alugar carros); e proíbe os veículos de circularem em cidades vizinhas, como em regiões metropolitanas.

Quem também fica com medo das mudanças é Catia Fernanda da Silva Lima, de 29 anos. "Eu acabei entrando para ver como era e gostei pela questão de liberdade que a gente tem, tanto na questão de horário como na flexibilidade para trabalhar", diz.

A manifestação em Rio Preto foi uma carreata com carro de som e buzinaço por ruas e avenidas. Passou pelas avenidas José Munia, Alberto Andaló, viaduto Abreu Sodré, Philadelpho Gouveia Neto, viaduto Jordão Reis, Bady Bassitt, Juscelino Kubitschek e Francisco das Chagas Oliveira, retornando ao Centro de Eventos.

(Colaboraram Tatiana Pires e Rone Carvalho)

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso