Diário da Região

10/02/2018 - 00h30min / Atualizado 09/02/2018 - 22h42min

VÍTIMA DE CHOQUE EM SÃO PAULO

Família de Lucas resolve entrar na Justiça

O jovem morreu eletrocutado no último domingo, 4, em um poste de sinalização de pedestres na rua da Consolação, no Centro de São Paulo

Reprodução Facebook Lucas era natural de Cardoso, mas estudava em faculdade de Santo André
Lucas era natural de Cardoso, mas estudava em faculdade de Santo André

A família do estudante de engenharia biomédica Lucas Antônio Lacerda da Silva, de 22 anos, resolveu entrar na Justiça com um processo criminal e um cível. O jovem morreu eletrocutado no último domingo, 4, em um poste de sinalização de pedestres na rua da Consolação, no Centro de São Paulo. Natural de Cardoso, ele morava em Santo André desde 2015 e estudava na Universidade Federal do ABC. Participava do Bloquinho de Carnaval Acadêmicos do Baixo Augusta quando, à procura de um banheiro, se apoiou no equipamento e sofreu uma descarga elétrica.

Os pais de Lucas não quiseram comentar a decisão de ingressar na Justiça. O advogado da família, Mauricio Henrique da Silva Falco, afirma que um segundo advogado fará o acompanhamento do inquérito policial. Após a conclusão, o processo criminal será iniciado. "Na esfera cível vamos entrar posteriormente. Vamos esperar a conclusão do inquérito. Com esse laudo e o laudo do IML vamos estruturar a ação, a princípio contra a Prefeitura e os organizadores", explica.

O caso foi registrado no 78º Distrito Policial, em São Paulo. A suspeita é que câmeras instaladas pela empresa GWA Systems para monitorar o Carnaval tenham provocado o choque. A empresa foi contratada pela Dream Factory, vencedora da concorrência da Prefeitura de São Paulo para promover o Carnaval.

Falco considera que houve negligência por parte das empresas e que o ocorrido poderia ter sido evitado. No processo, a família vai pedir uma indenização por danos morais e materiais. O valor ainda não foi estipulado, "Uma vida toda pela frente. Formaria numa excelente universidade. Tudo leva em conta", pondera o advogado.

Claudia Lacerda, tia de Lucas, acredita que o que aconteceu com o sobrinho não foi um acidente. "Foi um crime. Poderia ter sido com muitos outros jovens. Acreditamos em Deus, mas vamos em busca de justiça, porque ele era um menino muito maravilhoso, que foi para Santo André trabalhar e estudar, tinha acabado de conseguir um estágio", lamenta.

'Tuitaço'

Nesta sexta-feira, 9, amigos e familiares fizeram várias postagens pelo Twitter falando sobre o caso, no movimento #Justiça para Lucas.

Em nota, a Prefeitura de São Paulo disse que está colaborando com as investigações. Informou que autuou a empresa Dream Factory em R$ 15,8 mil pela execução de serviço em via pública sem o termo de permissão de uso e alvará para implantação de equipamentos. "A Comissão de Carnaval optou por mantê-las desligadas (as câmeras) e retirá-las", afirmou no texto.

A reportagem procurou as empresas Dream Factory e GWA Systems, mas ninguém foi encontrado para comentar o assunto.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso