Idoso de 70 anos é preso por aplicar golpe no comércioÍcone de fechar Fechar

GOLPE

Idoso de 70 anos é preso por aplicar golpe no comércio

O flagrante ocorreu na manhã desta quinta-feira, dia 22, em uma loja no Centro de Rio Preto


    • São José do Rio Preto
    • máx min

A Polícia Militar de Rio Preto prendeu um idoso de 70 anos, suspeito de se passar por funcionário do Procon para aplicar golpe. O flagrante ocorreu na manhã desta quinta-feira, dia 22, em uma loja no Centro.

Com um crachá falso, o suspeito se apresentava a donos de estabelecimentos comerciais e oferecia uma “versão atualizada” do Código de Defesa do Consumidor. Para convencê-los, o idoso afirmava que a fiscalização iria aplicar uma multa para aqueles que mantivessem o "Código Antigo".

Intimidada, a caixa de uma loja de roupas foi até a delegacia. Ela chegou a pagar R$ 29,90, na tarde de quarta-feira, 21, em uma falsa versão atualizada do código. "Ele dizia que era de uma empresa terceirizada do Procon e que nosso Código estava vencido, que tínhamos que adquirir o dele que era atualizado de 2001, senão levaria uma multa muito altíssima, que não me lembro o valor", disse Taynara Renata Jacob.

Ela conta que após ler um alerta do órgão divulgado no portal do Diário da Região foi até o Procon para esclarecer suas dúvidas. "Fui no Procon e descobri que eles dão o livro e não vendem ele."

Na manhã desta quinta-feira, Taynara ligou para o golpista e disse para ele que outras pessoas estavam interessadas em comprar a “versão atualizada” do Código de Defesa do Consumidor. "Chamei a polícia e ele foi preso dentro da loja", conta a mulher que se sentiu indignada. "Na inocência, a gente acabou caindo. É um senhorzinho, muito educado, bem vestido, estava de crachá. Hoje, a gente não pode mais confiar em ninguém."

O diretor do Procon, Arnaldo Vieira, informa que não existe uma versão atualizada do código e que os comerciantes não são obrigados a realizarem a compra. O diretor informa ainda que caso o comerciante seja abordado por qualquer pessoa com essas características denuncie o caso à polícia.

Ninguém está autorizado a fazer qualquer tipo de cobrança em nome do Procon Rio Preto.

Outras informações podem ser obtidas junto ao Procon, pelo telefone: 17 3235-6880.