X

Diário da Região

07/02/2018 - 10h48min / Atualizado 07/02/2018 - 10h48min

FIM DA PICADA

Três crianças são detidas após vandalizar creche

Os três meninos com idades entre 8 e 9 anos quebraram vidros de duas janelas e danificaram um dos alarmes

Divulgação/Guarda Municipal Uma das janelas que tiveram o vidro quebrado na escola municipal
Uma das janelas que tiveram o vidro quebrado na escola municipal

Três crianças, duas de nove e uma de oito anos foram apreendidas pela Guarda Municipal depois de vandalizar a creche irmã Martha Maria, no início da noite de terça-feira, 6, no bairro Solo Sagrado, em Rio Preto. Este é o 37º caso de arrombamento e vandalismo na rede escolar de Rio Preto nos últimos quatro meses.

A creche é destinada para educação de crianças com idade entre um e três anos. Os meninos pularam o muro, quebraram vidros de duas janelas e um dos sensores de alarmes instalados no prédio. Depois de provocar os danos, as crianças sairam do prédio.

Uma equipe da Guarda Municipal chegou minutos após a saída dos meninos da creche, mas com ajuda dos vizinhos da creche, conseguiram descobrir um das crianças de nove anos. Ele acabou dando os nomes e endereços dos outros dois meninos.

A mãe do menino de oito anos, uma dona de casa de 32 anos, ficou surpresa quando os guardas municipais foram até a casa dela, atrás de seu filho.

"Ele saiu de casa dizendo que iria brincar na rua com um coleguinhas. Voltou 25 minutos depois, jantou e deposi foi para o quarto, dizendo que iria dormir mais cedo. Só quando os guardas chegaram que fui entender o que tinha acontecido", comenta a mãe.

A dona de casa garante que o filho nunca cometeu outro ato da vandalismo e diz que ele queria apenas usar os brinquedos da creche.

"Eu tenho um filho de 1 ano, irmão dele, que frequenta a creche. Acho que ele queria apenas usar os brinquedos, como piscina de bolinhas. Mesmo assim, não vou perdoar, ele está de castigo, proibido de saír de casa para brincar", diz a mãe.

As crianças foram levadas até a Central de Flagrantes de Rio Preto, e foram ouvidas pelo delegado de plantão, acompanhadas dos pais e de conselheiros tutelares. .

As crianças foram liberadas aos cuidados dos pais, mas irão ter acompanhamento do Conselho Tutelar.

A Secretaria de Educação deve enviou na quarta-feira, 7, uma equipe para até a creche para fazer levantamento dos danos e realizar os reparos. Os pais das crianças se comprometeram a ressarcir o prejuizo causado pelos filhos.

NOTA

A prefeitura de Rio Preto informa que as crianças utilizaram os brinquedos do pátio da escola e quebraram dois vidros. Os pais se comprometeram a ressarcir a escola para recolocar os vidros que foram quebrados.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso