Jovem de 20 anos morre esfaqueada pelo exÍcone de fechar Fechar
    • São José do Rio Preto
    • máx min

A jovem Maria Letícia Leal Silva Tangoda, de 20 anos, foi brutalmente assassinada na madrugada desta terça-feira, dia 13, com 14 facadas desferidas pelo ex-namorado, inconformado com o fim do relacionamento. A jovem, que trabalhava em uma rede de fast-food da cidade, teve barriga e coração perfurados.

Horas depois do crime, o rapaz, Kevin Carvalho, 18 anos, se entregou na delegacia de plantão de Votuporanga. Segundo o delegado Marcio Nossi, da DIG de Votuporaganga, ele também confessou ser o autor do assassinato do jovem Aldo Oliveira, também a facadas, em 24 de março de 2017, na rua São Paulo, área central de Votuporanga.

A faca usada para matar Maria Letícia foi apreendida e o rapaz foi enviado para Cadeia Pública de Guarani d' Oeste.

Este é terceiro caso grave de violência contra a mulher registrado nas últimas duas semanas na região. Na madrugada de domingo, dia 11, Cione Rodrigues da Fonseca, de 55 anos, se matou depois depois de tentar assassinar a mulher com uma serra elétrica, em Mirassol. O filho da vítima, de 17 anos, ouviu os pedidos de socorro e ajudou a evitar o assassinato. Ela ficou com ferimentos na barriga e na mão.

Em Rio Preto, no dia 5 deste mês, a ajudante geral Ingryd Fernanda de Brito Vieira, de 24 anos, teve parte corpo queimado, quando o marido jogou óleo quente quando a vítima estava dormindo, com dois filhos, de um e cinco anos na cama.

Ingryd foi atendida no Hospital de Base de Rio Preto, mas devido à gravidade dos ferimentos, provocados por queimaduras de terceiro grau, ela teve de ser transferida para a ala de queimados do Hospital das Clínicas de Rio Preto. O autor do crime até o momento não foi preso pela polícia.

(MAS com Rone Carvalho)