X
X

Diário da Região

25/01/2018 - 17h14min / Atualizado 29/01/2018 - 14h28min

Espiritualidade

Seus valores podem transformar o mundo

São os valores que temos, aquilo em que acreditamos, o que vale para a nossa vida e que determinam as nossas prioridades

Pixabay Sugestão para abre das materia de valores
Sugestão para abre das materia de valores

Embora os bons valores humanos, como o amor, a paz, a justiça, a liberdade, a harmonia, a honestidade, a igualdade e tantos outros, sejam universais pelo significado, peso e importância que têm e que são concedidos a eles, nem todos são praticados e propagados de fato. Valores são preceitos de vida. Podem ser designados como tudo aquilo pelo que acreditamos ser importante viver.

Os nossos valores norteiam nosso modo de viver e de caminhar, desta forma, exercem grande influência na forma como criaremos nossos caminhos para alcançar nossos objetivos. Estão aí no ar e contidos no interior de cada um, mas nem sempre estão nas ações cotidianas das pessoas. São os valores que temos, aquilo em que acreditamos, o que vale para a nossa vida e que determinam as nossas prioridades. Dar valor a algo é não ficar indiferente. Se você acredita em justiça, certamente não fica indiferente ao ver um ato de injustiça. Quem acredita na sinceridade, jamais irá dizer a uma colega que o novo corte de cabelo ficou lindo quando acontece justamente o contrário, só para agradá-la.

Valores são o conjunto de características de consciência humana de uma determinada pessoa ou organização, que determinam a forma como a pessoa ou organização se comporta e interage com outros indivíduos e com o meio ambiente. A palavra valor, diz o dicionário, pode significar qualidade de quem tem força; audácia, coragem, valentia, vigor ou, nesse caso, as normas, princípios ou padrões sociais aceitos ou mantidos por indivíduo, classe ou sociedade. Dessa forma, podemos afirmar que os valores humanos são valores morais que afetam a conduta de cada um de nós. Eles constituem um conjunto de regras estabelecidas para uma convivência saudável dentro de uma sociedade.

Valores são critérios orientadores das nossas escolhas, das nossas inclinações e que em última análise se pode materializar quer na formação da nossa personalidade quer nas nossas tomadas de decisão. Nem todos possuímos os mesmos valores, nem valorizamos as coisas da mesma forma. Não atribuímos a todos os nossos valores a mesma importância. Na hora de tomar uma decisão, cada um de nós, hierarquiza os valores de forma muito diversa. O ser humano passa a vida a emitir juízos de valor; é da essência do ser humano valorar.

Conceito é estudado por diferentes ciências

Pixabay Valores fortalecem  as pessoas
Valores fortalecem as pessoas

"O conceito de valor é parte do estudo de inúmeras ciências. Existem aqueles que são universais, como igualdade, liberdade e fraternidade, mas que, infelizmente, nem sempre são praticados e respeitados em sua plenitude", diz o escritor Anderson Cavalcante, autor do livro "O que Realmente Importa? (ed. Gente)".

Há, também, os valores que construímos a partir das nossas experiências e vivências; esses são responsáveis, explica a psicologia, por cerca de 50% do nosso caráter e nos ajudam a nortear nossos caminhos. "São valores como amor, honestidade, respeito, justiça, e outros que dão relevância para nossas atitudes no dia a dia", complementa. É a partir deles que definimos os caminhos a seguir em busca do nosso desejado destino e, especialmente, da realização de nossa missão de vida", complementa.

Quando fazemos alguma coisa que achamos não estar correta, nos deixamos levar pelas circunstâncias, estamos sendo não só incoerentes como estamos abrindo mão da nossa integridade. "Só que essas atitudes permanecem em nosso pensamento, gerando angústia e culpa", diz ainda Cavalcante.

Atitudes do coração

Iso Republic/Divulgação Rosa para a matéria de valores
Rosa para a matéria de valores

Os valores humanos não podem ser obtidos em um texto e nem fornecidos por uma empresa; não podem ser presenteados ou comprados em uma loja. São uma atitude natural que provém do coração. Estão presentes naturalmente em nós. Esses valores se formam desde a infância. Aprendemos e repetimos o comportamento dos pais.

Se eles têm um bom relacionamento, se amam e se respeitam, vamos crescer acreditando nesse tipo de amor e, provavelmente, teremos relacionamentos parecidos. Mas se vivemos em um ambiente de discussão e brigas constantes, seremos candidatos a desenvolver relacionamentos disfuncionais. Depois, passam a sofrer a influência do meio.

Pesquisa feita pela Marcondes Consultoria com a britânica Barrett Values Centre trouxe um retrato da percepção que o cidadão ou cidadã brasileira tem de si e da realidade que o cerca, com base em valores pessoais que os entrevistados consideraram os mais importantes para si e para os outros.

O levantamento de dados foi feito pelo Instituto Datafolha, por meio de entrevistas com mais de 2,5 mil pessoas de todo o País em 2010. O entrevistados responderam três perguntas entre elas "quais atuais valores são os mais representativos de quem você é?". Os cinco mais votados foram: amizade (50,9%), família (44%), honestidade (39,5%) , respeito (37,3%) e humildade e alegria (34,7%).

Os resultados mostram que os brasileiros se veem como pessoas que têm consideração pelos outros, procuram contato próximo com as pessoas, gostam de compartilhar alegria e confiança, e possuem natureza alegre e modesta. Então, a imagem que o brasileiro faz de si é de um indivíduo gregário, amigável, honesto, alegre e humilde.

seja a mudança que você quer ver no mundo

Os valores humanos são pontes para a transformação. Isso se faz a partir de uma conscientização que nos leva a pensar em como ser uma pessoa melhor, aflorar o que temos de melhor e valorizar o que há de melhor nas pessoas. "Os valores são princípios e crenças que regem nossa vida. A honestidade, a liberdade ou a solidariedade orientam nossa conduta por escolhas que fazemos diante de cada situação que nos envolvem e definem nosso estilo de vida", diz a psicóloga Mara Sampaio.

Para Dalai Lama, o mais alto representante do budismo tibetano, muitas pessoas acreditam que a prática de valores como a compaixão, o perdão e o amor são relevantes apenas para os que praticam uma religião. "Isso não é verdadeiro. Podemos ver que no passado e presente existiram pessoas que mesmo sem nenhuma fé religiosa tinham esse sentimento de cometimento, de responsabilidade, de compaixão pelo próximo. Essas pessoas se tornaram mais felizes, mais úteis, mais benéficas para a sociedade", explica.

Mas quais valores humanos estão faltando nas pessoas? "Os valores em grupo, ou seja, o amor, a compaixão e a conexão. De que adianta uma grande casa, um carro caro, uma conta gorda no banco, se você não tem ninguém para amar ou por quem ser amado", diz a advogada Rajshree Patel, ativista humanitária, instrutora sênior e embaixadora internacional da Arte de Viver. Esse valor em grupo, segundo ela, é o que nos dá o senso de equipe no trabalho e a sensação de interrelação em casa. Não há nada maior que isso. "Pare e pense: você acha que, quando estiver morrendo, se lembrará da promoção que recebeu no trabalho ou dos momentos de sua vida em que compartilhou algo?", questiona. Como podemos praticar os valores humanos de forma a fazer com que nossa vida realmente valha a pena? Gandhi dizia: "Seja a mudança que você quer ver no mundo."

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso