X

Diário da Região

31/01/2018 - 16h59min / Atualizado 07/02/2018 - 11h32min

Terapia holística

Um incenso para cada finalidade

Tanto podem acalmar, quanto purificar, perfumar, energizar e ajudar a transcender

Pixabay Cravo e canela
Cravo e canela

Queimar incenso é uma das formas mais simples e eficazes de purificar a energia de um ambiente. A palavra incenso deriva do latim "incendere", que significa queimar e ele já era usado pelas civilizações mais antigas como um elemento purificador, associado aos rituais religiosos. Também pudera. Cada incenso tem suas propriedades: alguns são tranquilizantes e acalmam os sentidos; outros estimulam as energias e podem até mesmo purificar o astral.

O incenso, um dos presentes dados a Jesus pelos Reis Magos, é feito de ervas, aromas, resina, madeira ou de óleos essências. Pode ser adquirido em varetas, pó, pastilhas e outros tipos menos conhecidos. "Ele acalma, purifica, perfuma, energiza, harmoniza e ajuda a transcender. Essa fumacinha conquistou milhares de pessoas, invadiu vários ambientes e crenças e tem estado presente em todas as civilizações", explica a terapeuta Selma Amaro. No antigo Egito, assim como na Índia, há milhares de anos, os incensos eram preparados com o máximo cuidado. As ervas e resinas para o preparo vinham de árvores consideradas sagradas. Era um ritual secreto. "Os povos antigos acreditavam que a fumaça que exalava do incenso chegava aos céus como mensageiro. Por isso, seu uso era constante e forte em rituais religiosos", complementa.

"No feng shui, o uso de aromas e incensos é muito positivo, pois além de perfumar o ambiente, auxilia na harmonização da energia do local e das pessoas", explica o consultor Franco Guizzetti.

Um para cada motivo

Alecrim - O alecrim serve para eliminar a apatia e o cansaço mental e para afastar as energias negativas. Afasta a depressão, purifica o local em questão, eleva o nível de pensamentos, acalma as pessoas.

Almíscar - Aumenta a sorte o sucesso e a intuição, fornece confiança, inspira determinação e estimula para o amor.

Baunilha - Traz envolvimento emocional. Deve ser usado quando você quer estimular carinho, acolhimento, afeição,e em ambientes que tenham crianças

Camomila - Funciona como um equilibrador energético e combate a insônia. A camomila serve também para acalmar os sentidos

Cravo e canela - São conhecidos como purificadores de ambiente e que atraem coisas boas e prosperidade e abundância

Jasmim - Ajuda a aliviar estresse, tensão, ansiedade

Lavanda - Ajuda a aliviar as tensões e a agressividade, além de purificar o astral

Mirra - Faz a transmutação de consciência, purifica, favorece a mudança de comportamento. Quando você quer elevar e se purificar internamente, pode usar o incenso de mirra

Rosas - Baixa os níveis de ansiedade e nervosismo. A rosa também colabora para amplificar a atmosfera amorosa

Sândalo - Traz elevação de consciência, espiritual, de busca de caminho de autoconhecimento e crescimento íntimo.

Elevação de consciência

"Muitas culturas antigas tinham o hábito de queimar alguma coisa que tivesse uma exalação aromática e que o cheiro tinha o poder de mudar o estado de consciência da mente do ser humano. Na tradição da Índia, acreditavam que quando você queimava um incenso a, a medida em que afumaça se soltava do produto, você elevava seu pensamento em algo superior ao acompanhar o movimento da fumaça", diz o coach e iogaterapeuta Salvador Hernandes. A principal finalidade, segundo ele, até hoje é elevar a mente e consciência para um plano superior.

Existem incensos de diversos tipos e qualidades. Os mais comuns de base decarvão, com massa preta, são simples e não possuem tanta condição de fazer uma mudança energética no ambiente. "Existem os feitos com determinadas ervas ou o óleo essencial ou a própria planta na massa. Nesse caso, a propriedade da planta vai estar presente no ambiente quando você queima o incenso", diz ainda.

A boa notícia é que, segundo Hernandes, não existe uma forma correta para usar o incenso e se valer dos seus benefícios. "As coisas podem ser simples, não é preciso nenhum grande ritual. Se você quer usar o incenso num momento seu de meditação, basta estar internamente com essa intenção e esse propósito e acender o incenso", explica.

Presente oferecido a Jesus

Dizem os estudiosos que os egípcios foram os primeiros povos a usar o incenso nos seus rituais sagrados que eram realizados nos templos. O incenso egípcio resultava de uma combinação de 16 ingredientes, misturados de acordo com fórmulas místicas. Era feito entre outros ingredientes com mel, vinho, passas, resina e servia para fins tanto místicos com medicinais. Os cristãos só começaram a usar incenso no século 5, e por volta do século 14 passou a ser integrado na missa solene. O incenso também era usado como oferenda aos deuses – um dos reis magos ofereceu incenso ao Menino Jesus. Os outros dois levaram ouro e mirra.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso