X
X

Diário da Região

11/01/2018 - 15h27min / Atualizado 11/01/2018 - 15h27min

CES 2018

Toyota apresenta conceito de carro autônomo modular

Trata-se do furgão sem motorista e-Palette, que poderá ser customizado por empresas e usuários para transporte de passageiros, entrega de comida, um quarto de hotel ou até mesmo ser uma loja portátil sobre rodas

Divulgação Furgão sem motorista e-Palette, que poderá ser customizado por empresas e usuários
Furgão sem motorista e-Palette, que poderá ser customizado por empresas e usuários

Se depender da montadora japonesa Toyota, no futuro, não serão as pessoas que irão até as lojas, mas sim o contrário. Na manhã desta segunda-feira, 8, a empresa apresentou na Consumer Electronics Show (CES), feira de tecnologia que acontece esta semana em Las Vegas, um novo conceito de carro. Trata-se do furgão sem motorista e-Palette, que poderá ser customizado por empresas e usuários para transporte de passageiros, entrega de comida, um quarto de hotel ou até mesmo ser uma loja portátil sobre rodas.

Com tamanhos que variam entre quatro e sete metros de comprimento, o veículo, elétrico e capaz de se dirigir sozinho, ainda é um conceito -- a meta da Toyota é colocá-lo em testes em grandes eventos nos próximos anos, como os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. "A ideia do e-Palette é aumentar a produtividade do usuário. Com ele, o tempo de viagem não é mais o tempo de dirigir, mas do que a pessoa quiser", disse Akio Toyoda, presidente da Toyota, durante a apresentação.

Segundo o executivo, o veículo poderá usar o sistema de direção autônoma da Toyota ou a plataforma que o usuário desejar -- algo que pode vir a calhar para alguns dos parceiros revelados pela empresa para o projeto, como o Uber ou a chinesa Didi, que comprou na semana passada a startup brasileira de transporte por aplicativo 99. Quem também está entre os parceiros da Toyota para o projeto é a Amazon -- que facilmente pode usar o conceito de loja de demonstração sobre rodas -- e a Pizza Hut.

O e-Palette é parte do projeto da Toyota para se redefinir como uma empresa de mobilidade, deixando para trás a ideia de ser somente uma montadora de carros. "No futuro, serão as plataformas que vão importar, qualquer que seja o hardware ou o software. Nossos competidores já não fazem mais carros: são empresas como Google, Apple e Facebook", disse Toyoda durante a conferência.

Não é o primeiro esforço da empresa nesse sentido: no ano passado, a companhia revelou o Concept-i, carro-conceito que não só deve dirigir sozinho, mas também conversa com o usuário e entende suas emoções. O veículo não tem previsão de chegada ao mercado.

*O jornalista viajou a convite da Consumer Technology Association (CTA)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso