X
X

Diário da Região

09/01/2018 - 18h00min / Atualizado 09/01/2018 - 23h10min

Painel de Ideias

A forma daquilo

A palavra dita e escrita condensa um pensamento para que ele se derrame sobre todos os outros que o leem ou o escutam. Ser escritor é observar, relatar e vomitar o jeito que o mundo nos atinge, é refletir sobre o tempo

Divulgação Anna Claudia Magalhães | annamagalhaesc@gmail.com
Anna Claudia Magalhães | annamagalhaesc@gmail.com

"Anna, você já escreveu sobre aquilo?", me abordou um conhecido por esses dias. "Aquilo?". "Sim, aquilo." "Não escrevi, não." "Ah, sim! Bom... É melhor tratar do assunto de outro jeito..."

Foi aí que entendi a força que carrega a palavra solta no mundo, foi aí que compreendi a potência da ideia que sai, que não se retém. A palavra dita e escrita condensa um pensamento para que ele se derrame sobre todos os outros que o leem ou o escutam. Ser escritor é observar, relatar e vomitar o jeito que o mundo nos atinge, é refletir sobre o tempo, o espaço e o ser por meio da palavra.

Percebo que refletir se tornou uma prática em desuso, por isso tento não a deixar morrer quando escrevo. O que pretendo para o novo ano é que o caminho escrever, ler, refletir, que percorre tantas mentes e corações, não seja silenciado e sim reverberado transmutando-se em ação transformadora. Escrever dói porque o sentimento fica 'palpável' para si e para os outros e quantos sentimentos uma mulher carrega nessa história em que suas palavras foram sempre silenciadas?

Tenho consciência de que minha palavra escrita ou falada, minha palavra alada, pode ser uma arma, e quero que realmente seja. Não uma arma de fogo a queima roupa, que mata individualmente de maneira covarde, que atinge um e deixa morta as possibilidades de alcançar a todos de jeitos diferentes, prefiro que seja bomba atômica. Longe de ser Trump e ameaçar soltá-la para manutenção do próprio ego, reconheço em meu pensamento a ideia da escritora Carolina Maria de Jesus. Carolina 'ameaçava' os vizinhos da favela do Canindé com a palavra. Em cada ação maldosa de seus pares, em cada negação da reflexão sobre a situação do outro, Carolina colocava medo nos vizinhos ameaçando delatá-los em seu diário pessoal. Os vizinhos, por sua vez, temiam aquela mulher, porque sabiam que não podiam silenciá-la, porque sabiam que o seu pior se tornaria 'palpável' e real por meio das mãos de alguém a quem eles desdenhavam.

A mulher que se abrandava dentro do silêncio, que pouco falava, que pouco opinava, que recolhia-se foi a mulher ideal por longos e longos séculos. Para muitos ainda é. A mulher que sabe do poder de sua palavra sempre será um perigo em potencial, portanto, ainda tentam nos calar. Não é preciso escrever sobre tudo, há coisas que dizem por si só. Por isso, hoje não venho escrever sobre 'aquilo'. 'Aquilo' agora só precisa ser refletido e transformado. 'Aquilo' já foi escrito de outras formas, mas nunca deixará de ser 'aquilo'. 'Aquilo' precisa sempre ser lembrado e escrito e refletido e gritado para que ninguém se esqueça. Não deixarei 'aquilo' de lado.

O mundo tem mudado muito e é um respiro saber que as portas estão se abrindo para que nossa voz invada. "Queriam uma história de submissão pra mim/ Mas aprendi a não me culpar por sonhar". Os versos da cantora Nayra Lays são o mote das crônicas que virão. Bem-vindo novo ano e nova palavra...

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso