X
X

Diário da Região

06/01/2018 - 16h52min / Atualizado 06/01/2018 - 16h52min

Painel de Ideias

Assessores, políticos e cafezinhos

O assessor parece fazer parte de algo como o perispírito dos políticos

Divulgação José Luís Rey | jlrey@paginaimpar.com.br
José Luís Rey | jlrey@paginaimpar.com.br

A noite do dia 31 de janeiro de 1980 foi especialmente trágica. Prefeitos de dezenas de municípios da antiga 8ª Região Administrativa repetiram naquela noite chuvosa de verão o ritual da romaria a Rio Preto, cumprindo a missão penosa de passar o chapéu pelas diretorias regionais das secretarias de Estado, em busca de verbas.

Finalizada a reunião, debandaram de volta às suas bases - três deles dividiam o mesmo carro, aproveitando a vizinhança entre Aparecida D'Oeste, Marinópolis e São Francisco. O "Biriba" - Leopoldo Alberto de Oliveira Gonçalves, de Aparecida - devia estar comandando a escolha dos assuntos na conversa de viagem com os colegas Osvaldo Rossetti e Oscar Antonio da Costa, de Marinópolis e São Francisco, até chegarem a um trecho em obras da estrada Jales-Palmeira DOeste, onde um caminhão se desgovernou em sentido contrário, bateu no barranco ao lado da rodovia e acabou tombando em cima do carro dos prefeitos.

A Polícia registrou o horário do ocorrido: 23h30. Rossetti e Oscar Costa morreram na hora. Biriba, em estado gravíssimo, foi removido para Rio Preto, onde sobreviveu alguns anos em estado vegetativo, precedido pelo coma profundo.

Os dois prefeitos mortos foram substituídos na manhã seguinte pelos respectivos vices, não sem antes o assunto ensaiar uma ligeira polêmica jurídica. Á época, alguns entendiam que novas eleições deveriam ser convocadas caso o afastamento definitivo do prefeito ocorresse antes de cumpridos 50% do mandato.

Macabra curiosidade cronológica, a morte dos dois prefeitos aconteceu exata meia hora antes deles cruzarem a metade do período para o qual tinham sido eleitos. Mas acabou prevalecendo a tese da posse definitiva dos vices.

Era uma época que prefeitos andavam desprovidos de assessores, resolviam, eles próprios, os assuntos de interesse de seus municípios. Muito diferente do que acontece hoje em dia, quando o assessor parece fazer parte de algo como o perispírito dos políticos, acompanhando-os desde o aconselhamento sobre as pessoas a quem eles devem cumprimentar em determinado evento, até a sugestão sobre o tipo de roupa para esta e aquela ocasião.

Sem ele, os políticos parecem ficar órfãos, desamparados, desorientados, quem sabe? Há uma célebre passagem atribuída a um ex-prefeito rio-pretense encabulado à frente da copeira que lhe oferecia um cafezinho e perguntava, gentilmente:

- Adoçante ou açúcar, senhor?

Desassessorado no momento, o político, quase bravo:

- Pó, mas até isso eu tenho que decidir?!?

Em outro episódio, que curiosamente também envolve o cerimonial do cafezinho, eu próprio estava acompanhando o então candidato a prefeito Edinho Araújo em visita a uma instituição beneficente de Rio Preto. Provavelmente enjoado de tomar café pelos lugares por onde passou antes, no ritmo enlouquecido da agenda de candidatos, Edinho recusou polidamente a cortesia, mas não deixou o anfitrião sem freguesia:

- Eu não quero, não. Muito obrigado. Mas, olha, o Rey toma, sim - e me apontou para a moça com a bandeja na mão.

O comentário de um dos presentes foi implacável:

- Puxa vida, Edinho. Você tem assessor até pra tomar café!!!

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso