X
X

Diário da Região

19/01/2018 - 23h46min / Atualizado 19/01/2018 - 23h46min

Artigo

Artigo

Chave para eliminar dependência está na compreensão dos mecanismos do cérebro

Em um novo estudo da Universidade de Michigan, divulgado no Journal of Neuroscience, cientistas descobriram que a ativação de uma parte da amígdala, uma região cerebral em forma de amêndoa, intensifica a motivação para consumir cocaína muito além dos níveis habituais das drogas, tal como acontece com o açúcar, por exemplo, que tem a capacidade de intensificar o desejo por alimentos doces.

Segundo Shelley Warlow, autora principal do estudo, a amígdala do cérebro (amídalas cerebelosas) parece desempenhar papel fundamental na dependência de drogas. Para os que se tornam dependentes, consumir tais substâncias é o único objetivo. Entretanto, muitos experimentam drogas sem se tornarem viciadas e levam vidas normais, buscando equilíbrio saudável de recompensas diferentes, ou mesmo desistindo delas por completo.

Já para os viciados, as drogas tornam-se tão atraentes que causam motivação intensa, focada totalmente na sua obtenção, às custas de outras recompensas da vida normal.

Neste estudo, os pesquisadores primeiro implantaram um cateter nos ratos, o que permitiu que os animais consumissem doses de cocaína ao encostar o nariz em pequenos orifícios na parede. Sempre que os ratos encostavam o nariz no buraco para consumir cocaína intravenosa, uma luz laser também ativava, sem provocar dores, os neurônios na amígdala central ao mesmo tempo. Ao encostar o nariz em um buraco diferente, os ratos ingeriam cocaína, mas sem ativar a amígdala.

Quando conseguiam escolher livremente entre essas duas recompensas, os ratos se concentraram apenas no local em que obtinham cocaína, isto é, onde havia o laser ativador da amígdala. Estes consumiram muito mais cocaína do que ratos sem ativação da amígdala. Os ratos também se mostraram mais dispostos a fazer atividades, quase três vezes mais, para obter cocaína, conforme relatado no estudo.

Os ratos mostraram-se indiferentes à ativação da amígdala pelo laser, quando oferecido sozinho. A ativação da amígdala apenas intensificou a motivação quando a droga também estava presente. Em contraste, quando os pesquisadores inativaram temporariamente a amígdala usando uma infusão de drogas indolor, os ratos deixaram completamente de responder à cocaína.

Em outra pesquisa, liderada por Bryan Singer da The Open University, os cientistas descobriram que as regiões cerebrais principais que regulam os hábitos não estavam envolvidas na busca por drogas, conforme se suspeitava em pesquisas feitas anteriormente, mas eram em outras regiões do cérebro, ligadas à motivação e responsáveis pela "busca" por drogas.

Em estudos anteriores, ratos e outros animais repetiam o mesmo comportamento, como pressionar uma alavanca ou inserir o nariz através de uma porta, para obter as drogas. Como os desafios sempre mudaram após algumas semanas de testes, o comportamento de dependência dos ratos nunca se tornou automático ou habitual.

Quando se compreender as áreas do cérebro e os mecanismos envolvidos na motivação para drogar-se, poderemos criar melhores tratamentos para a dependência e também para outros transtornos compulsivos.

Mario Eugenio Saturno, Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e congregado mariano

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso