X
X

Diário da Região

20/01/2018 - 21h20min / Atualizado 22/01/2018 - 10h10min

Rio Preto em Foco

Rock n' roll sacudiu Rio Preto nos anos 1980

Com músicas ousadas e letras hilárias, Grupo Contra Indicação fez sucesso na cidade

Arquivo Público Acima, apresentação do Grupo Contra Indicação em festival de rock; ao lado, uma das formações da banda; abaixo, matérias do Diário com polêmica envolvendo casa noturna
Acima, apresentação do Grupo Contra Indicação em festival de rock; ao lado, uma das formações da banda; abaixo, matérias do Diário com polêmica envolvendo casa noturna

No meio da década de 1980, com o esforço do então vereador Eduardo Nicolau, surgiu um novo festival de música na cidade, revelando novos compositores. Mas quem veio para sacudir as estruturas mesmo foi o "Grupo Contra Indicação". Formado pelos engenheiros Emerson Martini, Roberto de Carvalho e Gualberto Benitez, pelo médico Cesar Watanabe e pelo biólogo Cássio Batista (depois o também médico Waldemar Lima entrou no lugar de Gualberto Benitez), o grupo trouxe para os festivais um rock básico, com letras hilárias, focadas no cotidiano local, como Black River Rock, Embalos de Terça à Noite e Fim de Semana na Maria Miron.

"Foi a primeira vez que um rock foi premiado num festival de MPB", diz Beto Carvalho, o cantor e coautor das músicas da banda, em parceria com Emerson Martini. Embalos de Terça à Noite era uma sátira das sessões da Câmara Municipal e não agradou a alguns vereadores. "Teve uns que olhavam feio pra gente na rua", lembra Emerson Martini. A escritora Dinorath do Valle rasgou elogios à banda em artigo no Diário da Região: "Desenvolvendo um trabalho então inédito, voltado para o folclore político e social de Rio Preto, a partir da irreverência e com muito bom humor, o Grupo Contra Indicação - que apesar do nome é indicado como um dos melhores da cidade".

O jornalista Waldner Lui, em artigo no jornal A Notícia, apelidou Beto Carvalho de "O Elvis da Bernardino". O ápice foi atingido com a apresentação da música "Fim de Semana na Maria Miron", no festival promovido pela Rádio Stéreo Show, na beira da Represa Municipal. "Fizemos um show que saiu gente pelo ladrão. Foi sensacional ver todo mundo cantando 'quem, quem, quem, roubou minha cueca' (trecho da música) enquanto uma cueca voava pela plateia", gargalha Beto Carvalho. Maria Mironde Alencar, uma das mais conhecidas proprietárias de casas noturnas da cidade, registrou queixa como vítima de difamação. "Ela disse na delegacia que o grupo usou o verso que dizia que 'entrava na casa de Maria Miron com dólares e saía até sem cuecas.

O que não aconteceu', segundo Beto Carvalho. No fim, ela resolveu não prosseguir com o inquérito, que foi arquivado pelo delegado. Mas que deu o que falar deu! Foi até matéria de capa do jornal Diário da Região. Recentemente, Beto Carvalho concedeu uma entrevista a mim para o Canal 16, TV da Cidade (hoje TV Rio Preto), quando recuperamos alguns destes vídeos. O da música "Black River Rock" conta com a participação do lendário Caruaru, além de todos integrantes do grupo, vestido de "mulheres da noite", dentro de um hotel, nas imediações da Rodoviária. Tem até uma tentativa de um encontro com o prefeito Manoel Antunes, na frente da prefeitura. Não aconteceu. Que tal um novo clip de "Embalos de Terça à Noite"? Tem material hein! Barbaridade...

RUA BERNARDINO DE CAMPOS ANOS 1970

Considerada nossa artéria principal, a rua Bernardino de Campos ainda conserva alguns prédios comerciais antigos, como neste trecho, entre a rua Pedro Amaral e os trilhos da Estação Ferroviária. Ali funcionavam na década de 1970 o Beto Chaveiro, a Playtime Diversões Eletrônicas, a Barbearia Fanny, o Móveis Rio Preto e o histórico Bar Parada Obrigatória, na esquina, o mais famoso "copo sujo" da cidade. Hoje apenas duas lojas dominam todo o local.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso