X
X

Diário da Região

19/01/2018 - 23h55min / Atualizado 19/01/2018 - 23h55min

Coluna do Diário

Reunião serve para lavar roupa suja no esporte

Atletas querem reunião com prefeito, que admite limitação de recursos e adianta que base é prioridade

Rodrigo Lima 18/1/2018 Atletas e treinadores durante reunião na Câmara de Rio Preto para criticar cortes no auxílio-atleta
Atletas e treinadores durante reunião na Câmara de Rio Preto para criticar cortes no auxílio-atleta

Vereadores, coordenadores de modalidades esportivas e esportistas lavaram roupa suja nesta sexta-feira, 19, sobre as fraudes em pagamentos do programa auxílio-atleta durante reunião para debater o repasse do benefício a atletas de competição em Rio Preto. No encontro, promovido na Câmara pela Comissão de Esportes, ficou definido que eles vão até o prefeito Edinho Araújo (MDB) para pedir dinheiro já nos próximos dias.

O vereador José Carlos Marinho (PSB) afirmou que o único arrependimento que tem na vida é o de ter ocupado o cargo de secretário de Esportes durante a gestão do ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB). Atualmente, ele é um dos investigados em inquérito policial que apura desvios no programa com fins políticos.

"Vocês lembram o que sobrou para mim? Tenho certeza que aqui tem atleta que bateu em mim, que chegou a falar que estourei o orçamento da Secretaria de Esportes", afirmou Marinho, que emendou: "Apanhei e apanho até hoje".

O vereador Zé da Academia (DEM), que é presidente da comissão, afirmou que é preciso acabar com a influência de políticos na pasta de Esportes. "Sem medo de represália. Aqui estamos defendendo uma bandeira só, que é o esporte. Temos de acabar com essa palhaçada de quem manda no esporte. São vocês, atletas e técnicos. Não são políticos", afirmou.

Durante o encontro, não se contestou a existência de irregularidades no pagamento do auxílio-atleta, mas ninguém citou nomes. A técnica de futebol feminino Dorotéia Oliveira resumiu o sentimento dos técnicos. "Mas não podemos pagar por aquilo que os outros fizeram de errado", afirmou.

A Coluna se antecipou e questionou Edinho sobre o assunto. Ele se comprometeu a fazer o que é "possível". "Não tem recursos para tudo. Recurso é limitado. A Secretaria de Esportes tem por objetivo atender a base e ter monitores para atender nos equipamentos esportivos", afirmou. "Agora, nós vamos ver o que é possível fazer para dar o auxílio-atleta a algumas modalidades. Mas a prioridade é fomentar a base. Aqueles que vão estar no contraturno da escola. É estimular os talentos."

FRASE:

"Reitero que não cometi nenhuma ilegalidade no exercício da função pública e terei a chance de provar minha inocência nas instâncias investigatórias e na Justiça"
Liszt Abdala, em nota encaminhada à imprensa após entregar carta de demissão do cargo de secretário de Desenvolvimento Econômico de Rio Preto ao prefeito Edinho Araújo nesta sexta-feira, 19. Liszt é suspeito de envolvimento em irregularidades em licitação e contratos na Emurb

 

Na Rede

Reprodução/Facebook

Coração vermelho

Ex-petista, partido pelo qual foi vereador por duas vezes em Rio Preto, Cacau Lopes abraçou a causa do seu antigo líder máximo, o ex-presidente Lula, de poder voltar a ser candidato a presidente. "Quando a Justiça se faz incompetente, tendenciosa, antidemocrática, midiática, nebulosa, o julgamento mais justo é o popular. Deixem o povo julgá-lo!", postou Cacau. O post veio acompanhado de uma imagem dos dois (foto) em distante campanha eleitoral em Rio Preto.

Cruzada anti-Lula

Enquanto isso o vereador Anderson Branco (PR), o "Branconaro", dá sequência a sua cruzada quase diária contra os petistas."O PT é uma seita, partido socialista que persegue e é o inimigo número um dos cristãos evangélicos no Brasil", postou ele.

Descollorindo

"Collor candidato a presidente pelo PTC: pior que estava fica." Frase postada pela ex-vereadora Regina Chueire nesta sexta, 19, após a notícia de que o ex-presidente Fernando Collor, anunciou que vai voltar a disputar o cargo. Hoje ele é senador por Alagoas.

Junto e misturado

Antes de passar por Rio Preto, o secretário estadual de Habitação, Rodrigo Garcia, passou por outras cidades na região para entregar casas populares. Os deputados Orlando Bolçone (PSB) e Sebastião Santos (PRB) colaram nele.

Só com saúde

Se depender a Assembleia Legislativa de São Paulo, o pessoal que ganha a vida, profissionalmente, aos socos e pontapés não poderá mais subir no ringue ou octógono sem avaliação médica. A Alesp aprovou projeto do deputado Paulo Correa Jr. (PEN) que obriga exames de saúde antes de qualquer competição. Para virar lei, a medida depende agora de aval do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

 

Notas

Hamilton Pavam/Arquivo Carlão Pignatari
Carlão Pignatari

Caiu no colo

Se o senador José Serra não estiver blefando ao anunciar que não vai ser candidato a nada na eleição deste ano, sobra para o prefeito de São Paulo, João Doria, a tarefa de ser o candidato a governador pelo PSDB. Sua maior tarefa será tentar se entender com o vice-governador Márcio França (PSB), que também quer o cargo, com ou sem os tucanos.

Língua afiada

Ex-líder da bancada do PSDB na Assembleia, o deputado Carlão Pignatari (foto), de Votuporanga, assim como o colega Vaz de Lima, acha que o vice-governador Márcio França está no papel dele em fechar alianças para viabilizar candidatura a governador."Com os partidos como o dele, que sempre apoiaram o ex-presidente Lula", alfineta.

Lá e cá

Petistas e afins de Rio Preto vão seguir em excursão para São Paulo dia 24, data do julgamento do ex-presidente Lula, para engrossar manifestação programada para a avenida Paulista. Fazem um esquenta dia 23, às 18h, na avenida José Munia, em frente ao prédio da Justiça Federal. No mesmo dia e local, Vem Pra Rua e MCB protestam contra Lula na Andaló, em frente da Prefeitura.

 

CPI dos corredores vai pedir cópia de aditivo

Presidente da CPI que investiga irregularidades nas obras dos corredores de ônibus em Rio Preto, o vereador Jean Dornelas (PRB) afirmou que vai pedir cópia do aditivo de R$ 8,4 milhões que a Prefeitura concedeu no início da semana para correções de erros do que já foi feito até aqui. "Acho temerário esse aditivo porque realmente está muito estranha essa licitação", afirmou o vereador. A obra está a cargo da Constroeste, mas tanto a empreiteira como a Prefeitura dizem que o problema é com o projeto da obra, elaborado por outra empresa. Dornelas disse que, com a cópia do aditivo em mãos, a CPI pretende apontar no relatório a responsabilidade por mais esse prejuízo aos cofres públicos.

 

Curtas

Fotos Públicas Geraldo Alckmin assume presidência nacional do PSDB
Geraldo Alckmin assume presidência nacional do PSDB

Custo/benefício - A Prefeitura de Rio Preto abriu licitação para a compra de 252 passagens que poderão ser utilizadas pelo prefeito e secretários durante o ano. A previsão de gasto mensal é de R$ 27 mil. A disputa, por pregão eletrônico, foi marcada para o dia 1º. Se as viagens trouxerem resultados iguais a desta semana para Brasília, quando o prefeito Edinho Araújo (MDB) descolou a liberação de quase R$ 90 milhões até que compensa...

Com carne - O governador Geraldo Alckmin (foto) vetou nesta sexta, 19, o projeto que instituía o programa "Segunda Sem Carne" em restaurantes e refeitórios de órgãos públicos do Estado. A medida contou com o apoio e manifestação do setor produtivo de carnes. O projeto, do deputado Feliciano Filho, do PSC de São Paulo, havia sido aprovado pela Assembleia Legislativa no fim do ano passado e gerou polêmica entre políticos e indústria.

Longe do fim - A saída de Liszt Abdala do governo está longe de ser o fim de toda polêmica que envolve a Emurb. Na Câmara, há vereadores que querem participar da CPI que será aberta para colocar na fogueira o secretário de Governo, Jair Moretti. Ele, que já dirigiu a empresa, indicou Gibran Belasques como diretor financeiro da Emurb. A suspeita é de que Moretti sabe de tudo que acontece por lá.

Mais essa - Além da polêmica envolvendo empresas da mulher e da irmã que concorreram em licitação da Emurb, outra relação do agora ex-secretário Liszt Abdala é questionada, desta vez com o empresário Alceu Sestini, doador de campanha de Liszt na eleição de 2012, e que assinou contrato com o município quando Liszt dirigia a Emurb. Questionada sobre licitação vencida por empresa ligada a Sestini, a Prefeitura não forneceu detalhes da concorrência.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso