Diário da Região

12/01/2018 - 00h30min / Atualizado 11/01/2018 - 23h57min

Área Azul digital

Nova comissão prega sigilo e Câmara chama Liszt

A nova comissão é formada por servidores da Prefeitura e irá substituir comissão formada anteriormente apenas funcionários da Emurb.

Vinícius Marques 11/01/2018 Bevilacqua (de braços abertos) com o grupo que vai investigar Emurb, anunciado nesta quinta, 11
Bevilacqua (de braços abertos) com o grupo que vai investigar Emurb, anunciado nesta quinta, 11

O prefeito Edinho Araújo (PMDB) nomeou nova comissão para investigar todos contratos e gastos da Emurb, inclusive o da Área Azul digital, programa que foi suspenso em meio ao escândalo na licitação do serviço. Funcionária demitida da Emurb é sócia do marido na empresa que venceu a licitação. Parentes do secretário de Desenvolvimento Econômico, Liszt Abdala, também participaram da disputa, feita por carta convite.

A nova comissão é formada por servidores da Prefeitura e irá substituir comissão formada anteriormente apenas funcionários da Emurb. "Nós é que vamos apurar", afirmou o titular interino da empresa pública, e também secretário da Fazenda, Angelo Bevilacqua, em entrevista coletiva na tarde desta quinta, 11.

Além dele, integram o grupo o secretário de Administração, Luís Roberto Thiesi, analistas da Secretaria da Fazenda, assessor da Secretaria de Obras e um jornalista da Secretaria de Comunicação. Bevilacqua afirmou que a comissão irá trabalhar de maneira "transparente, segura e clara". Mas logo na sequência, afirmou que a apuração será sigilosa. "Um trabalho de auditoria que seja minimamente sério tem de ser feito na base do sigilo. Não posso dizer o que vou fazer", afirmou o secretário.

Ele não explicou quanto foi investido exatamente no aplicativo. A Câmara aprovou repasse de R$ 350 mil para uso exclusivo no projeto. "O dinheiro foi para o caixa da empresa. Eu não sei. Estamos analisando agora", afirmou Bevilacqua sobre os R$ 350 mil foram desviados para pagar 13º de funcionários da empresa.

Na Câmara, vereadores da Comissão de Obras e Serviços convidaram Liszt para prestar esclarecimentos na próxima segunda-feira, 15, as 14h. Um dos membros da comissão, Jean Dornelas (PRB), no entanto, já saiu em defesa do secretário.

Uma das empresas convidadas na licitação da Área Azul em nome de irmã do secretário consta como "inativa" na Receita Federal. "Ouvi dizer isso. Vamos apurar também", afirmou Bevilacqua.

Liszt não atendeu celular nesta quinta para falar do assunto. Anteriormente, ele havia afirmado que "não sabia" que parentes participaram disputa vencida empresa Innovare, de Wagner Costa.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso