Diário da Região

12/01/2018 - 00h30min / Atualizado 12/01/2018 - 00h03min

BLOCO GOVERNISTA

DEM insiste em Maia, apesar de aceno de Temer a Alckmin

Presidente também disse preferir que Meirelles continue ministro da Fazenda

Beto Barata/PR Pré candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin conversa com o presidente Michel Temer
Pré candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin conversa com o presidente Michel Temer

Mesmo com elogios do presidente Michel Temer ao presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), líderes do DEM dizem que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) ainda é visto como uma das principais alternativas do bloco governista para disputar o Planalto. Em entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo", publicada na quinta-feira, 11, Temer afirmou que a prioridade de Maia é tentar se reeleger à presidência da Câmara e que sua candidatura seria na linha do "se colar, colou". O peemedebista também admitiu preferir que o ministro Henrique Meirelles (PSD) continue na Fazenda a disputar a eleição.

Para o líder do DEM na Câmara, Efraim Filho (PB), a entrevista de Temer "não significa apoio ou não do governo" a uma eventual candidatura de Maia, e sim um "posicionamento de debate". "Não tenho dúvidas de que, com a candidatura do Maia se consolidando, ela talvez hoje seja a mais capaz de reunir o apoio de legendas que compõem a base do governo, contando com a simpatia do próprio", avaliou.

Efraim considera que o Palácio do Planalto tenta manter Maia e Meirelles focados na agenda econômica para "não antecipar" o debate sobre as eleições de 2018, mas que isto será inevitável. "É algo irreversível da cultura política brasileira que esses debates se iniciem agora na retomada dos trabalhos de 2018. É natural, mas não acredito que ele (Temer) consiga definir o rumo do debate. Cada vez mais a agenda política vai ser protagonista."

O presidente do DEM, José Agripino (RN), destacou que as legendas têm direito de tentar viabilizar candidaturas, citando o caso de Meirelles. "Rodrigo Maia, como está tendo uma exposição bastante marcante, e tem se manifestado com acerto, adquiriu muita visibilidade. Ele não se coloca como candidato, mas, queiram ou não, ele é uma alternativa." Agripino ponderou que todos os movimentos em torno da candidatura de Maia ainda "têm que amadurecer".

Na manhã em que saiu publicada a entrevista de Temer, Meirelles afirmou que não parou para pensar se é candidato. "Não parei ainda para pensar se já sou 70% candidato ou 10%, ou 30%. Tenho que hoje assegurar que a economia continuará crescendo, o resto a realidade dirá. Minha ideia é estar totalmente concentrado no meu trabalho hoje, todos podem ficar tranquilos", disse em entrevista à Rádio Bandeirantes de São Paulo ao ser questionado se se considera postulante.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso