X
X

Diário da Região

23/01/2018 - 23h47min / Atualizado 23/01/2018 - 23h46min

TIRA-TEIMA NO MAIÃO

Tricolor chega para encarar o Mirassol

Após tropeços neste começo do Paulistão, Mirassol e São Paulo lutam para evitar crise precoce

Johnny Torres 16/1/2018 Volante mirassolense Wellington Reis tem missão de conter ataque são-paulino
Volante mirassolense Wellington Reis tem missão de conter ataque são-paulino

Mirassol e São Paulo não vivem um bom início de Campeonato Paulista. Uma derrota fora e um empate em casa. Existe um abismo entre os dois quando se fala em investimento, história, porém, ambos sentem a aflição da cobrança.

De um lado, o clube do interior tenta sobreviver na elite pelo segundo ano após seu retorno. De outro, um tricampeão mundial que fez uma temporada passada ruim e ainda tenta provar ao seu torcedor que pode voltar a ser motivo de orgulho e alegria.

Nesta quarta-feira, 24, às 21h45, teremos um tira-teima entre os dois no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol. "Tive uma conversa boa com os atletas, sempre no intuito da melhora da autoestima, de salientar o que foi bom. A equipe está em evolução, lógico que existe a frustração, poderíamos estar com quatro pontos. Mas, ao mesmo tempo, a maneira como tem jogado me deixa orgulhoso", disse o técnico Moisés Egert.

As lamentações do técnico mirassolenses são frutos dos resultados contra o Novorizontino, derrota de 3 a 1, e no empate sem gols com o São Bento, onde o time teve a chance de marcar em penalidade desperdiçada por Zé Roberto, além de ver o goleiro Rodrigo Viana fazer inúmeras defesas difíceis. Tudo isso alimenta a esperança de ter melhor sorte nesta noite, mesmo diante de um grande clube como o São Paulo. "Ninguém ganha ou perde sem jogar, são 11 camisas do outro lado, eles estão tensionados e pressionados, não fizeram gols ainda, pode ser que venha a equipe considerada titular nesse jogo, mas estamos em casa, sabemos do nosso valor, temos condições de fazer um jogo de alto nível", disse Egert.

Em campo, o técnico ainda não sabe se terá o meia-atacante Xuxa. Ele só fez treinos leves durante a semana e, mesmo que jogue, não deve terá condições de atuar os 90 minutos. "Temos um grupo que, independentemente de quem joga, o padrão é o mesmo. Mudei três peças e o time igualou, até melhorou o nível. Vamos deixar o Xuxa treinar um dia de cada vez e, assim que tiver condições, vamos colocá-lo para jogar", disse o treinador do Leão.

A palavra de ordem é não bobear e, se tiver a oportunidade, fazer valer o fator casa. "Sempre a pressão maior vai ser para o clube grande, pelo investimento, o peso da camisa e a tradição. O Mirassol não é time pequeno, é de menor valor investido, mas quando juiz apita não ganha quem tem salário maior, camisa. Ganha quem se faz melhor e para isso nos temos de estar preparados", finalizou Egert.

FICHA TÉCNICA

MIRASSOL

Fernando Leal; Bruno Oliveira, Jesiel, Edson Silva e Willian Simões (Marlon); Wellington Reis, Paulinho, Luís Oyama (Xuxa) e Rodolfo; Dalberto (Gilsinho) e Alison. Técnico: Moisés Egert.

SÃO PAULO

Sidão; Militão, Anderson Martins, Rodrigo Caio e Reinaldo (Edimar); Jucilei, Petros, Shaylon e Marcos Guilherme; Brenner e Diego Souza. Técnico: Dorival Junior.

Árbitro: Vinicius Furlan. Local: estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, nesta quarta-feira, 24, às 21h45, com transmissão pela Rede Globo. Ingressos: R$ 80 (arquibancada) e R$ 120 (cadeira coberta). Há meia-entrada nos dois setores para estudantes credenciados, maiores de 60 anos, mulheres e crianças até 12 anos. Vendas nas bilheterias do estádio ou pelo site: www.mirassolfc.com.br.

 

Dorival muda zaga e ataque

Um resultado negativo contra o Mirassol nesta quarta-feira tem potencial para ser ainda mais nocivo para o São Paulo. Dorival Junior recuou na ideia de alternar duas equipes para evitar, deve fazer uma mescla do que foi apresentado nos primeiros jogos.

Único grande que ainda não venceu no Estadual, nos bastidores, agora tenta evitar os efeitos de mais uma polêmica envolvendo o meia peruano Cueva, um de seus principais jogadores.

O jogador pediu para não ser relacionado para a partida contra o Leão.

Em campo, só a vitória interessa ao São Paulo. Contra o Mirassol, o técnico Dorival Junior deve promover a estreia do zagueiro Anderson Martins com a camisa tricolor.

"A gente tem que fazer ajustes. O professor Dorival está corrigindo alguns posicionamentos e erros que por ventura tenhamos corrigido dentro de campo, mas a torcida pode esperar que a gente vai fazer sim um grande ano. Dorival dá todas as condições para a gente fazer um grande jogo e sair com a vitória", disse Martins.

Diego Souza também deve começar jogando, e ao lado do atacante Brenner. (Agência Estado)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso