Diário da Região

12/01/2018 - 22h34min / Atualizado 13/01/2018 - 09h24min

NOS TRIBUNAIS

América cobra investidor na Justiça

Empresário rebate acusações e diz que irá desmascarar presidente do clube

Guilherme Baffi/Arquivo TRIBUNAL América, do advogado Renato Custódio, cobra R$ 110 mil de investidor Pág. 6B
TRIBUNAL América, do advogado Renato Custódio, cobra R$ 110 mil de investidor Pág. 6B

O América ingressou com ação no Tribunal de Justiça para cobrar R$ 110 mil do investidor Arnaldo Ferreira dos Santos, parceiro do clube na temporada de 2017. A petição foi protocolada no último dia 8, após o fim do recesso do judiciário, e ação vai tramitar na 4ª Vara Cível de Rio Preto.

O juiz Paulo Sérgio Romero Vicente Rodrigues ainda não apreciou o pedido.

América e Arnaldo firmaram contrato de patrocínio esportivo no dia 6 de março de 2017, com validade até o dia 31 de janeiro de 2018. Arnaldo destinaria ao clube R$ 110 mil, parcelados em 11 meses de R$ 10 mil cada. No entanto, o presidente do Rubro, Luiz Donizete Prieto, o Italiano, alega que Arnaldo pagou somente três parcelas, um total de R$ 30 mil. "A dívida do Arnaldo  é de R$ 80 e mais R$ 30 mil de multa rescisória", afirmou Italiano. "Esse pagamento seria muito útil para o clube. Tentamos contato com o investidor, mas não tivemos nenhum retorno e tenho que agir de alguma maneira."

Procurado pela reportagem, Arnaldo diz que "irá desmascarar Italiano". "Eu não paguei só três meses, paguei até agosto e parei de pagar porque o time saiu fora da Quarta Divisão (foi eliminado na segunda fase) e não ia competir a Copa São Paulo. Também fiquei sabendo que não adiantava nada o contrato, porque as receitas do América são penhoradas pela Justiça do Trabalho e, em caso de venda de jogador, eu não iria receber nada mesmo", disse o investidor 

Segundo o contrato, Arnaldo auxiliaria o Rubro quitar despesas durante a disputa do Campeonato Paulista da Quarta Divisão e das categorias de base. Em contrapartida, em caso de venda de qualquer atleta seja da Quarta Divisão ou das categorias de base, Arnaldo teria direito a 10% dos direitos econômico. 

Na petição, o advogado do América, Renato Custódio da Silva, anexou o contrato. Além dos valores acordados, Renato afirma que a falta de pagamento trouxe danos irreparáveis ao América. "Haja vista o América já contar um orçamento apertado, o que proporcionou a desmotivação da equipe de jogadores profissionais, com a dispensa de alguns atletas e atrasos em seus salários por conta da inadimplência de Arnaldo", escreveu Renato.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso