X
X

Diário da Região

16/01/2018 - 19h20min / Atualizado 16/01/2018 - 19h20min

PRA REESCREVER A HISTÓRIA

Jacaré quer chegar aos 100 perto da elite

Rio Preto almeja o acesso à Série A-2 para comemorar o centenário, em 2019, de forma mais digna

Mara Sousa 29/12/2017 Poster do Rio Preto
Poster do Rio Preto

O discurso político dos mandatários do Rio Preto sempre foi o de ter o Jacaré na elite no ano de seu centenário, 2019. Porém, as coisas não andaram como o planejado. O vice-campeão da Série A-3 de 2016 teve um 2017, em campo, para esquecer. A equipe foi rebaixada novamente, mesmo tendo investido alto - R$ 2 milhões - para chegar ao Paulistão ou mesmo se manter na A-2. Agora, o clube quer o retorno imediato para voltar a sonhar com a elite - disputou apenas no ano de 2008.

O planejamento é gastar menos, até pela crise e escassez de patrocínios. O investimento total, entre folha de pagamento (R$ 100 mil) e demais despesas, não deve chegar a R$ 1 milhão.

Em campo, uma equipe com atletas experientes e alguns com passado vitorioso no Jacaré, casos dos zagueiros Caio César e Patrick, do lateral-esquerdo Marcelo Vilella, do meia Jonatas e dos atacante Édipo e Jônatas Obina, que estiveram na campanha de vice-campeão em 2016. "Estamos felizes com o começo deste novo trabalho. Os jogadores estão comprando nossa ideia, são comprometidos e, nos amistosos, conseguiu apresentar o que fizemos nos treinos", disse o técnico Rodrigo Fonseca.

O comandante, aliás, é considerado um achado pelos diretores do Jacaré. No ano passado, Fonseca dirigiu o Botafogo de Ribeirão Preto na Série C do Campeonato Brasileiro, chegou a engatar uma sequência de 11 partidas sem perder, mas foi demitido, na sequência, após falta de resultados, ocasionados em parte pela crise financeira que o time de Ribeirão Preto viveu.

Já comandou equipes profissionais na Bahia, Sergipe, Minas Gerais, mas encontrou no projeto de longo prazo do Rio Preto o lugar para se consolidar no mercado. Depois do A-3, o clube pretende disputar a Copa Paulista no segundo semestre. Fonseca, junto do diretor de futebol Júnior Badan, tentou montar um time guerreiro com atletas de boa bagagem nas divisões de acesso. "Buscamos o perfil de atletas com condição técnica boa, porém, que saibam incorporar o estilo da divisão, que é a pegada, a determinação, a vontade de vencer o tempo todo", disse Fonseca.

O grande desafio está não apenas na busca pelo acesso, mas na própria manutenção na divisão. A competição rebaixa seis clubes à Quarta Divisão e promoverá apenas dois ao A-2. "A partir do momento que entra numa competição, todos têm igualdade de condições, vai ser muito difícil, a equipe que tiver maior regularidade vai conseguir o acesso", disse o treinador.

A estreia do Jacaré será contra a Portuguesa Santista, comandada por Sérgio Guedes, no Canindé - o Ulrico Mursa está interditado. "Pelo equilíbrio das equipes, até pelos treinadores que têm, será uma A-3 competitiva. A margem de erro é pequena para quem quer chegar", disse Fonseca. "Vamos brigar por uma classificação entre os oitos e, em seguida, pelo acesso que é o nosso grande desejo", finalizou.

 

O Imperador do Pântano voltou!!!

A briga por espaço no ataque do Jacaré vai ser acirrada. Caihame, Édipo, Paulo César e Jônatas Obina são algumas das opções do técnico Rodrigo Fonseca. Para conseguir uma vaga, Obina tem a seu favor o carinho do torcedor. O 'Imperador do Pântano', apelido vindo das arquibancadas na campanha do acesso em 2016, defende o clube pelo terceiro ano seguido - também jogou ano passado na fraca campanha do descenso. "É um clube que gosto muito de jogar. Começamos o trabalho bem, todos focados naquilo que desejamos e isso é o principal", disse Obina, comentando o apelido. "É o que falam, espero ajudar a equipe da melhor maneira possível."

Em 2016, fez 12 gols e foi vice-artilheiro do time no A-3. Ano passado, foi artilheiro do time com quatro gols. "Minha meta é de acesso. Paulista é difícil, o A-3 ainda mais complicado pela maneira de disputa, mas equipe que quer subir não pode olhar para isso. O nosso elenco é forte e vai em busca disso ai de qualquer maneira", finalizou Obina. (OJ)

Poti retorna às suas origens

No início dos anos 2000, o jovem Aparecido Jesus Flora, menino da cidade de Potirendaba, sonhava em ser um goleiro profissional. Na base do Derac, parceiro do Rio Preto na época, recebeu o apelido Poti e começou a batalhar pelo seu sonho. Agora, com 33 anos, ele está de volta à Vila Universitária e com vontade de escrever seu nome na história do Jacaré. "Estou feliz por voltar à minha segunda casa, onde tudo começou. Encarando da melhor forma possível, já que temos um grupo bom, trabalhador e por tudo que vem fazendo vai ter sucesso", disse Poti.

Ele ganhou bagagem rodando por Santa Helena-GO, Francisco Beltrão-PR, Mirassol, Bragantino, Flamengo de Guarulhos, Batatais, São Bento, Tigres do Brasil-RJ, Mixto-MT, além do futebol boliviano e Mogi Mirim no último ano. "Vai ser atípico, não vai ter tempo de descansar, jogo em cima de jogo. Temos de estar bem preparado para dar conta do recado, pois se tropeçar não terá tempo de recuperar", disse Poti. "O forte no nosso grupo é a união. O grupo está querendo e mantendo isso não tenho dúvida que a gente vai conseguir os objetivos", finalizou o camisa 1. (OJ)

RIO PRETO

Colocação em 2017: 18º da Série A-2, rebaixado ao A-3

Fundação: 21/4/1919

Presidente: José Eduardo Rodrigues

Endereço: Avenida Anísio Haddad, nº 6188 - Jardim Universitário- CEP 15.093-000 - São José do Rio Preto

Telefone: (17) 3216-0358/3021-1627/3227-2806

Site: www.riopretoesporteclube.com.br

Mascote: Jacaré do Couro Duro

Estádio: Anísio Haddad, o Riopretão

Inauguração: 21/4/1968, no jogo Rio Preto 1 x 4 Ponte Preta

Capacidade: 18.454 lugares

Time base: Poti; Eduardo Grasson, Caio César, Emerson e Marcelo Vilella; Jean Batista, Jô, Cloves, Jeferson Paulista e Victor Lenine; Caihame.

Técnico: Rodrigo Fonseca.

Títulos:

  • Campeão do Paulista da 2ª Divisão (atual A-3) de 1963
  • Campeão do Torneio de Seleções de 1973
  • Vice-campeão do Paulista A-3 de 1994 (acesso ao A-2)
  • Campeão do Paulista A-3 de 1999 (acesso ao A-2)
  • Vice-campeão do Paulista A-2 de 2007 (acesso à elite)
  • Vice-campeão do Paulista A-3 de 2016 (acesso ao A-2)

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso