X
X

Diário da Região

20/01/2018 - 00h27min / Atualizado 20/01/2018 - 00h27min

SÓ O CHEIRO

Petrobras anuncia queda de preço só na refinaria

Petrobras anunciou na quinta-feira, 18, uma nova política de preços para o gás de cozinha que fez o preço cair em 5% nas refinarias, mas preço do produto para o consumidor não deve sofrer redução

Pedro Ventura/ Agência Brasília Carga de impostos que incide sobre o produto deve fazer com que preço do gás não caia para o consumidor
Carga de impostos que incide sobre o produto deve fazer com que preço do gás não caia para o consumidor

A Petrobras anunciou na quinta-feira, 18, uma nova política de preços para o gás de cozinha. Como consequência, o preço do produto caiu 5% nas refinarias. Essa redução, no entanto, talvez nem chegue ao consumidor final, que em Rio Preto está pagando em torno de R$ 65 pelo botijão de 13 quilos.

Desde esta sexta-feira, as distribuidoras já compraram o gás com redução de 5%. O botijão vai custar em média nas refinarias R$ 23,16. A justificativa para que o valor se mantenha inalterado no comércio é a carga de impostos que incide sobre o produto após passar pelas distribuidoras e revendedoras. De acordo com a Petrobras, na média de preço do botijão, 45% vêm das distribuidoras e revendedoras, 16% de ICMS, 3% de PIS/Pasep e Cofins e 36% são a parte da Petrobras.

Segundo o presidente da Associação de Revendedores de Gás Liquefeito de Petróleo e Água Mineral (Aregás) de Rio Preto, Éder Freitas, o consumidor final pode mesmo ficar apenas com o "cheiro" da redução "As companhias alegam que o preço do botijão está defasado, então não temos certeza se essa redução chegará para nós, das distribuidoras."

Éder afirma ainda que se houver repasse, o preço do gás pode reduzir de R$ 0,50 a no máximo R$ 1,00, mas apenas no final da próxima semana, pois há estoque remanescente nas distribuidoras da cidade.

Na nova política de preços do gás de cozinha, definida pela Petrobras, os ajustes de preços passam a ser trimestrais em vez de mensais, com vigência a partir do dia 5 do início de cada trimestre. O período de apuração das cotações internacionais e do câmbio que definirão os percentuais de ajuste será a média dos doze meses anteriores ao período de vigência e não mais a variação mensal.

O gás liquefeito de petróleo envasado em botijões de até 13 kg e de uso residencial, comercializado às distribuidoras, tem o preço de venda formado pela média mensal das cotações do mercado internacional, com acréscimo de uma margem de 5%. O período de apuração das cotações internacionais e do câmbio, que irá definir os percentuais de ajuste, será determinado a partir da média de doze meses anteriores ao período de vigência, e não mais a variação mensal.

Uso industrial

Ainda nesta sexta-feira, 19, a Petrobras anunciou a redução em 6,3% dos preços de comercialização para distribuidoras do gás liquefeito de petróleo (GLP) destinado a uso industrial e comercial.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso