X
X

Diário da Região

16/01/2018 - 22h05min / Atualizado 17/01/2018 - 09h12min

CRESCIMENTO

Aqcio sobe 15 posições no ranking de franquias

A rede foi uma das franquias da região que mais cresceram de um ano para outro

Divulgação  Acqio ficou em 21° lugar no ranking da ABF 2017
Acqio ficou em 21° lugar no ranking da ABF 2017

A Acqio, empresa rio-pretense de pagamentos online, ficou em 21° lugar no ranking da Associação Brasileira de Franchising (ABF) como uma das franquias com maior número de unidades no Brasil em 2017. A rede foi uma das franquias da região que mais cresceram de um ano para outro, subindo 15 posições. No ano anterior ela havia conquistado a 36ª posição.

"Essa conquista para a marca representa o reconhecimento de que estamos no caminho certo ao escolher um segmento de alto e rápido crescimento; atendimento das demandas dos lojistas quanto a produtos, serviços e atendimento diferenciado, aliado a uma mudança no perfil empreendedor da nova geração", diz Carlos Rollo, diretor de Marketing.

Entre os principais fatores que contribuíram para o rápido crescimento da rede segundo o diretor de Marketing, é o baixo custo da franquia, excelente treinamento, a facilidade e rapidez na implantação e retorno do investimento. A rede focada em necessidades do mercado, entre elas um excelente atendimento ao lojista.

A Acqio surgiu em 2015 em meio ao boom da crise econômica. Porém, vem sobrevivendo às instabilidades em razão do produto que oferece ao consumidor final. "Por se tratar de um produto que permanece em constante evolução (o de maquininhas de cartão de crédito e débito), as empresas PME e os profissionais liberais têm a necessidade de disponibilizar a opção de pagamento via cartão de crédito à vista ou parcelado em até 12 vezes. E a Acqio conta com um excelente produto direcionado a esse público", ressalta Rollo.

Para o diretor, 2018 deverá ser um ano de superação, já que a projeção é que a rede triplique o número de franquias, cresca três dígitos em seu faturamento, e quintuplique a venda de maquinetas. "Temos duas fortes vertentes a nosso favor. Com a retomada da economia, as pessoas estão voltando a consumir não apenas o básico, mas produtos e/ou serviços que sempre gostaram, mas que deixaram de usufruir na época da crise. Além disso, o comportamento diante dessas compras mudou. Hoje todo mundo quer pagar no cartão, a demanda é grande", afirmou.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso