X
X

Diário da Região

27/01/2018 - 19h57min / Atualizado 27/01/2018 - 19h57min

BENEFÍCIO

Produtor pode parcelar débitos federais

Adesão ao novo PRR permite pagar dívida em prestações mensais sem juros

EBC/Arquivo Produtor tem até 28 de fevereiro para pedir parcelamento de dívidas
Produtor tem até 28 de fevereiro para pedir parcelamento de dívidas

Produtores rurais com tributos federais atrasados pode parcelar sua dívida em até 15 anos por meio do Programa de Regularização Tributária Rural (PRR). Além da possibilidade de saldar seus débitos em prestações mensais, o contribuinte que aderir ao programa tem o benefício de ter quase todo o juro da dívida perdoado.

O novo PRR foi instituído pela Lei 13.606, de 9 de janeiro de 2018, e regulamentado pela Instrução Normativa (IN RFB) 1.784, de 19 de janeiro de 2018. De acordo com a Receita Federal, o programa prevê a renegociação em condições especiais de dívidas para com a Fazenda Nacional vencidas até 30 de agosto de 2017 dos produtores pessoas físicas e dos adquirentes de produção rural de pessoa física relativas às obrigações previstas no artigo 25 da Lei 8.212 de 1991 e as dívidas dos produtores rurais pessoas jurídicas e cooperativas de que trata o art. 25 da Lei nº 8.870 de 1994.

Quem optar pelo programa deverá dar uma entrada equivalente a 2,5% da dívida consolidada, sem qualquer redução (inclusive os juros). Esta parcela poderá ser quitada em até duas vezes, nos meses de fevereiro e março deste ano. O restante da dívida consolidada sofrerá redução somente de 100% dos juros de mora e poderá ser dividido em até 176 prestações mensais e sucessivas (14 anos e meio).

O produtor rural - pessoas física ou jurídica terá suas parcelas calculadas equivalentes a 0,8% da receita bruta proveniente da comercialização rural do ano civil imediatamente anterior ao do vencimento da parcela. A parcela mínima não poderá ser inferior a R$ 100. Já adquirentes de produto rural de pessoa física e cooperativas terão suas prestações equivalentes a 0,3% da receita bruta proveniente da comercialização rural do ano civil imediatamente anterior ao do vencimento da parcela, com parcela mínima de R$ 1 mil.

Até a consolidação dos débitos em sistema, as parcelas deverão ser calculadas pelo próprio contribuinte e pagas em Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf), sob o código 5161. Débitos ainda não constituídos deverão ser confessados, de forma irretratável e irrevogável até o dia 28 de fevereiro. Débitos em discussão judicial ou administrativa poderão integrar o parcelamento, desde que haja desistência dos respectivos litígios.

O contribuinte poderá incluir no PRR saldos remanescentes de outros parcelamentos em curso.

A adesão ao novo PRR poderá ser feita até 28 de fevereiro. Para isso, o interessado deve comparecer a uma unidade da Receita Federal até e apresentar preenchido o formulário constante do Anexo I da IN RFB 1.784, no qual indicará os débitos a serem parcelados (o Anexo está disponível no link https://goo.gl/Fgqa51).

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso