X
X

Diário da Região

11/01/2018 - 21h53min / Atualizado 11/01/2018 - 21h53min

SOLIDARIEDADE

Amigos organizam brechó para ajudar família de Bia

Todo o valor irá para os pais da menina, que luta contra leucemia

Arquivo Pessoal Beatriz lutava contra o câncer no sangue desde os cinco meses de vida
Beatriz lutava contra o câncer no sangue desde os cinco meses de vida

Acontece neste domingo, 14, um brechó para arrecadar dinheiro para que os pais da menina Beatriz Migliari de Lima Nascimento, de dois anos e quatro meses, possam acompanhar de perto o tratamento dela em São Paulo. Bia luta contra uma leucemia linfoide aguda desde os cinco meses de vida e está internada no Hospital Samaritano, na Capital paulista.

Os pais dela, a enfermeira Giuliana Migliari de Lima, 32 anos, e Thiago Valério do Nascimento, motorista do Samu de 37, acompanham a filha a todo momento. O valor arrecadado com o brechó será todo revertido para que isso continue acontecendo. É preciso cobrir gastos com, por exemplo, alimentação e transporte.

Nesta quinta-feira, 11, Bia passou pelo procedimento de troca de um cateter, pois havia apresentado uma infecção. "Ela não está querendo comer, conversando só quando quer pedir alguma coisa. Está bem chorosa, porque fica enjoada e com dor", afirma a mãe. "Está cansadinha, mas graças a Deus os exames estão melhorando. Está fazendo a remissão, está zeradinha a leucemia para tentar fazer o transplante", comemora.

A criança está internada na ala de isolamento de uma unidade de terapia intensiva destinada a combater a leucemia. Há um doador 90% compatível. Se ele não for localizado ou se recusar a fazer o transplante de medula, o procedimento pode ser realizado com um dos pais, que são metade compatíveis, mas Giuliana não perde as esperanças de encontrar o doador ideal. "A gente tem fé que vai aparecer."

O brechó estava programado para acontecer em uma casa, mas devido ao grande volume de doações será na Associação dos Subtenentes e Sargentos, que fica na rua Coutinho Cavalcante, 1.274, Jardim Alto Alegre.

De acordo com a tenente Amália Paci - a Polícia Militar está colaborando com o brechó -, a ideia é fazer mais eventos do tipo. "A gente vê como uma causa humanitária. Todo mundo tem parente, a gente se coloca no lugar da pessoa. Quando a gente entra em uma campanha dessa, a credibilidade da comunidade é muito maior, acaba arrecadando mais", afirma. A dupla Zé Neto e Cristiano divulgou um vídeo para convidar as pessoas a participarem da ação. Segundo eles, será montado um kit com itens da dupla para rifar. O valor arrecadado também será revertido para a família.

Quem tiver interesse em doar itens ao brechó pode levar até esta sexta-feira, 12, peças de roupa masculina, feminina e infantil; sapatos; brinquedos; eletrodomésticos e outros itens a qualquer uma das bases da Polícia Militar ou à dos Bombeiros do Distrito Industrial. Os itens serão vendidos no domingo, 14, das 9h às 18h.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso