X
X

Diário da Região

22/01/2018 - 23h00min / Atualizado 22/01/2018 - 23h00min

HOMICÍDIO

Homem é assassinado na frente do filho

Ele foi atingido por tiro à queima-roupa no Residencial Caetano, em Rio Preto

reprodução Câmera de imóvel registrou momento em que o autor (camisa azul) faz disparo contra a vítima
Câmera de imóvel registrou momento em que o autor (camisa azul) faz disparo contra a vítima

A Polícia Civil de Rio Preto está à procura de Francisco Filho Gomes, 31 anos, suspeito de ter dado o tiro à queima-roupa que matou o entregador Eder Bruno de Melo Alves, de 33 anos, no início da noite de sábado, dia 20, no Residencial Caetano, em Rio Preto. A vítima estava com a mulher e o filho, de 5 anos, no momento do crime.

O sobrinho de Francisco, Flávio Gomes de Sousa, que estava com ele, foi preso por uma equipe da Caep (Companhia de Ações Especiais da Polícia Militar) um dia depois do crime, quando estava caminhando a pé na Estância São Pedro.

Segundo informações da Polícia Militar, o crime teria sido motivado pela cobrança de uma dívida de R$ 500 - um primo de Eder teria comprado, de forma clandestina, uma arma de fogo e não pagou.

A vítima caminhava pela rua Euclides Martins, acompanhado da mulher, de 29 anos, e seu filho, quando tio e sobrinho pararam de moto ao lado da família. Como já haviam acontecido ameaças de morte contra o marido, a mulher começou a filmar tudo com o celular. "Não faltei com respeito com você em momento algum", essas foram as últimas palavras de Eder até ser atingido por um tiro.

Durante a discussão, Francisco sacou a arma que estava em sua cintura e fez um disparo, atingindo o peito de Eder. A cena também foi registrada pela câmera de um imóvel próximo ao local e mostra o momento em que Francisco e Flávio fogem após o disparo.

Eder foi socorrido e encaminhado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Santo Antônio, mas não resistiu ao ferimento e morreu. O corpo dele foi enterrado na tarde desta segunda-feira, dia 22, em São Paulo.

A irmã de Eder, Gina Alves, afirma que a família está muito abalada com tudo que aconteceu e não entende como tanta violência possa acontecer no interior de São Paulo. "Estamos muito emocionados com tudo que aconteceu. Eder era muito querido por nós. Esperamos que a polícia consiga punir estas duas pessoas", diz a irmã.

Todas as imagens da mulher da vítima e do imóvel foram entregues à PM. Com base na identificação dos suspeitos, uma equipe da Caep localizou Flávio na Estância São Pedro. Ele tentou fugir à pé, mas foi detido e encaminhado à Central de Flagrantes. Francisco entrou em contato com a polícia e quer negociar a rendição.

Esse foi o segundo assassinato em Rio Preto neste ano. A primeira vítima de homicídio foi o jovem Wesley Reis Sousa, de 20 anos, assassinado com sete tiros na noite do dia 3, no bairro Nova Esperança. Ele foi atingido por três tiros nas costas, três no ombro esquerdo e um na costela, do lado esquerdo.

Tentativas de homicídio

Além de um assassinato, Rio Preto ainda registrou duas tentativas de homicídio no fim de semana. Também no Residencial Caetano, um rapaz de 20 anos foi esfaqueado por um homem durante uma festa de vizinhos. O agressor fugiu do local e está sendo procurado pela polícia.

A mãe da vítima diz que foi agredida durante a festa e o filho foi defendê-la. Neste momento, o marido da agressora, pegou uma faca de 20 centímetros e golpeou o jovem no abdome. O rapaz foi socorrido em estado grave. "Meu filho está lá internado na UTI, entre a vida e a morte. Não tinha justificativa para terem agredido ele desta forma. Ela não fez mal a ninguém, só foi me socorrer. E o homem que fez isso fugiu", diz a mãe.

 

Vigia é morto a golpes de facão em UBS

`

Crime aconteceu na noite de domingo, enquanto o vigia trabalhava

PEREIRA BARRETO

Um homem de 49 anos foi morto a golpes de facão na noite de domingo, 21, em Pereira Barreto. Lincoln Josué de Oliveira trabalhava como vigilante em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) da cidade.

Segundo a polícia, o ex-namorado da atual companheira de Lincoln não aceitava o fim do relacionamento. Dois homens foram então até a UBS onde a vítima trabalhava e mataram o vigilante. Ele foi atingido na barriga, peito, costas e no pescoço. Segundo a namorada, antes do crime, o homem a teria ameaçado de morte.

Um dos suspeitos foi encontrado pela polícia e foi preso em flagrante. O outro está sendo procurado. O facão utilizado pelo homem foi apreendido.

Nas redes sociais, amigos e parentes prestaram homenagens a Lincoln. A vítima vai ser enterrada nesta segunda-feira, 22, às 17h.

(Colaborou Rone Carvalho)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso