X
X

Diário da Região

16/01/2018 - 21h52min / Atualizado 17/01/2018 - 09h38min

Meu carango

Fusca não tem conforto mas é o preferido do dono

O Fusca do bancário Guilherme Polli é o clone do Herbie, carro de corrida que ganhou os cinemas na década de 1960

Fotos: Guilherme Baffi 26/12/2017 Guilherme Rodrigues Polli, 23 anos, com seu xodó: o Fusca 1969
Guilherme Rodrigues Polli, 23 anos, com seu xodó: o Fusca 1969

"O conforto zero, mas a diversão é mil". É com essa frase que o bancário Guilherme Augusto Martineli Rodrigues Polli, 23 anos, descreve seu carango: um Fusca branco, ano 1969.

O ícone da indústria automotiva era sinônimo de inovação quando foi lançado pela Volkswagen, em 1959. Comparado os modernos carros da atualidade se tornou um veículo "seco", sem direção hidráulica, ar-condicionado e vidros elétricos. Mesmo assim, não perdeu seu charme.

Já ouviu a expressão "Você tem um carro ou um Fusca"? Pois bem, o bancário Guilherme resolveu ter um Fusca. Ele confessa que na verdade sempre foi fã de motos, porém não resistiu aos encantos do Fusca.

"Sempre preferi mais moto, tenho o Fusca por gostar, porque é um carro que tem história, um carro que dura gerações. Um veículo que nunca vai acabar. Amo meu Fusca", disse.

Esse foi o primeiro Fusca que ele comprou. A aquisição aconteceu em novembro do ano passado, depois de meses de procura. O carro tem motor 1.300 original. O painel também foi mantido, porém ganhou um som moderno, que lê pen drive. "Estava procurando um e quando vi esse já fechei negócio. Estava muito bonito e com um preço bom", afirmou.

Na parte externa, a pintura branca foi mantida. Para dar um charme especial o carro recebeu duas faixas, uma azul e outra vermelha, que vão do para-choques dianteiro ao traseiro. O automóvel também leva um adesivo com o número 53. Esses adereços transformaram o Fusca do rio-pretense em um clone de Herbie, o Fusca americano de corrida número 53 que ganhou os cinemas pela primeira vez na década de 1960 e posteriormente os desenhos infantis.

Aliás, os adesivos do Fusca do rio-pretense são atração à parte. Em uma das laterais está estampada a frase "Saporra, tem história". Na outra, o adesivo diz "Que toda inveja vire gasolina". O carro segue o estilo "Herbie Rat Look", ou seja, uma mistura de estrela dos cinemas com o carro Rat - estilo americano de veículos personalizados da época de 1940 a 1960 preservando as ferrugens.

"O pessoal pergunta muito sobre o carro quando eu paro nos lugares. As vezes deixo ele estacionado e quando volto tem alguém tirando fotos", disse.

Em uma dessas ocasiões ele conta que estava na festa do trabalho quando um homem tirou uma foto do seu Fusca e postou nas redes sociais. Guilherme conta que só foi ver a foto dois meses depois, quando o autor foi trabalhar com ele na mesma agencia bancária. "Ele era gerente em outra agência e depois veio para minha, desde então brinco com ele que quero direitos autorais da imagem e vou mandar processar."

O bancário diz que usa o Fusca para desestressar, mas que é difícil encontrar o carro na garagem. "Sinto falta quando passo um dia sem dirigir. Às vezes chego em casa estressado e quero dar uma volta. O problema é que muitas vezes minha mãe deixa o carro dela, confortável e com ar-condicionado, para sair com ele. No Fusca o conforto é zero, mas a diversão é mil", disse.

No cinema

A relação do Fusca com o cinema, que começou na década de 1960, agora vai ganhar um novo capítulo e em uma das franquias campeãs de bilheterias dos últimos tempos, a Transformers.

A trama do filme ainda não foi revelada, mas já foi divulgada que a história se passa nos anos 80 e mostra a descoberta do Autobot por uma jovem chamada Charlie Watson. Bumblebee, um dos personagens do filme, vai assumir a forma do clássico fusquinha apenas durante algum trecho da história.

Ficha Técnica

  • Proprietário: Guilherme Augusto Martineli Rodrigues Polli
  • Carro: Fusca
  • Ano: 1969
  • Cor: branco
  • Tempo com o carro: 1 ano e 1 mês

Características: motor 1300 original à gasolina. A pintura branca recebeu duas faixas, uma azul e outra vermelha, que vão do para-choque dianteiro ao traseiro, além de um adesivo com o número 53 para que ficasse semelhante ao Herbie, fusca americano de corrida que ganhou os cinemas na década de 1960.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso