Diário da Região

09/12/2017 - 19h08min

CONVENÇÃO TUCANA

Alckmin: Lula será condenado na urna por recessão no País

George Gianni/ObritoNews Governador Geraldo Alckmin assumiu o comando do diretório nacional do PSDB em convenção realizada em Brasília
Governador Geraldo Alckmin assumiu o comando do diretório nacional do PSDB em convenção realizada em Brasília

Embora esteja deixando a base aliada do presidente Michel Temer, o PSDB vai dar apoio à agenda econômica do governo. Pré-candidato do PSDB à Presidência da República nas eleições de 2018, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sinalizou um alinhamento em relação às propostas econômicas do governo do presidente Michel Temer, como as reformas, e responsabilizou o PT e, particularmente, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela recessão.

"Lula será condenado nas urnas pela maior recessão de nossa história.""O governo Temer herdou uma situação calamitosa e está trabalhando para sair desse quadro", afirmou também. "O atual governo começou a reverter a tragédia econômica em que o País foi colocado."

Alckmin disse que o aumento do desemprego foi consequência de erros da gestão de Lula. "Foram 15 milhões de empregos perdidos, milhares de empresas fechadas, sonhos desfeitos, negócios falidos. As urnas os condenarão pela frustração dos projetos e por milhões de famílias levadas ao desespero", afirmou. "As urnas os condenarão pelo desgoverno, pelo desmonte da Petrobras e pelas obras inacabadas."

No comando

Com 470 votos, o PSDB elegeu a chapa Unidade para o diretório nacional do partido. Foram registrados três votos contrários e uma abstenção. O presidente do partido será Alckmin. O primeiro vice-presidente, que assume na ausência de Alckmin, é o governador de Goiás, Marconi Perillo. O segundo vice-presidente é o líder do PSDB na Câmara, Ricardo Tripoli.

Também são vice-presidentes os senadores Paulo Bauer (SC) e Flexa Ribeiro (PA), o governador do Paraná, Beto Richa, os deputados federais Shéridan Oliveira (RR) e Carlos Sampaio (SP), e o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes. O secretário-geral será o deputado Marcus Pestana (MG).

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o perí­odo R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o per­íodo R$ 16,90

Já é assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.