Diário da Região

05/12/2017 - 23h47min

DIVISÃO NA BASE

Temer defende Meirelles em crítica a PSDB

Para presidente, manifestação de auxiliar foi uma "análise sociológica"

O presidente Michel Temer tratou nesta terça-feira, 5, as críticas recentes feitas pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ao PSDB e ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, como "análise sociológica". A estratégia de Meirelles de jogar no colo dos tucanos a culpa por um eventual fracasso na votação da reforma da Previdência tem o aval do Palácio do Planalto. "Ele fez uma declaração de acordo com as concepções dele. Mas nada agressivo com relação ao PSDB. Foi uma análise sociológica", disse Temer.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, publicada anteontem, Meirelles descartou Alckmin como candidato do governo à Presidência em 2018 e criticou a indecisão do PSDB quanto à votação da proposta de emenda à Constituição (PEC) que muda as aposentadorias. Temer começou a desenhar uma estratégia para a eleição. A ideia é reunir os principais partidos da coalizão governista em uma chapa de centro-direita para a corrida ao Planalto. Meirelles quer ser esse concorrente e já tenta repaginar sua imagem, para torná-la mais popular.

O ministro, porém, enfrenta "fogo amigo" dentro do próprio partido, o PSD. Deputados da legenda criticam a falta de interlocução de Meirelles com a bancada e dizem que ele erra ao priorizar sua articulação política para 2018 com outras siglas e com o Planalto, em detrimento da própria bancada, a quarta maior da Casa, com 38 parlamentares.

"Ao que parece, ele tem deixado para o Planalto a responsabilidade sobre a articulação política. Conversa com os agentes econômicos, mas muito pouco com os agentes políticos", criticou o vice-líder do PSD na Câmara, deputado Domingos Netto (CE), que deve assumir a liderança do partido no próximo ano. "Ele deveria conversar mais com a bancada. Não é o partido dele?", cobra o deputado Julio César (PSD-PI), coordenador da bancada do Nordeste. Procurado, Meirelles não comentou. Embora diga que só vai decidir sobre candidatura em março, prazo final para se desincompatibilizar do cargo.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso