X
X

Diário da Região

14/12/2017 - 00h21min / Atualizado 14/12/2017 - 00h21min

COPA SUL-AMERICANA

Flamengo cede empate e perde o título para o Independiente

Rafael Ribeiro/Framephoto/Estadão Conteúdo Diego, do Flamengo, disputa lance com Domingo, do Independiente, no lotado Maracanã
Diego, do Flamengo, disputa lance com Domingo, do Independiente, no lotado Maracanã

O Flamengo tinha tudo para salvar seu ano na noite desta quarta-feira. Jogou com o apoio de quase 60 mil torcedores, contou com o aguardado retorno de Everton e jogava por vitória no estádio aonde vem de longa invencibilidade. Mas não conseguiu. Ofensivo, mas sem conseguir criar chances claras de gol, o time rubro-negro empatou com o Independiente em 1 a 1 e viu os argentinos fazerem a festa, repetindo o que acontecera em 1995 pela Supercopa. Ao fim, o Flamengo saiu de campo com a sensação de um novo Maracanazo e ouvindo parte de sua própria torcida gritar "time sem vergonha".

O jogo valia muito para o Flamengo. Era a chance de conquistar um título internacional pela primeira vez após 18 anos e, mais do que isso, terminar em alta uma temporada recheada de frustrações, que começou com uma eliminação precoce na Libertadores da América, passou por um vice na Copa do Brasil e chegou a uma campanha não mais do que razoável no Brasileirão. O único título era o Estadual, muito pouco para um clube que investira pesado em contratações.

A manutenção de Paquetá logo se demonstrou acertada. Além de marcar o gol chorado que abriu o marcador aos 30, o meia era quem mais se movimentava no meio campo rubro-negro, ora puxando ataques pela direita, ora ajudando na marcação.

Do outro lado, o Independiente era uma equipe que buscava o gol nos contra-ataques e o título na base da catimba. A vitória por 2 a 1 no jogo de ida fez o time argentino jogar mais concentrado, sem afobação e tocando a bola. De quebra, os argentinos precisaram de apenas oito minutos para empatar depois que o Flamengo abriu o marcador, em gol de pênalti assinalado por Barco.

 

Ficha técnica

FLAMENGO - 1

César; Pará, Réver, Juan e Trauco (Vinicius Junior); Cuéllar (Everton Ribeiro), Willian Arão, Diego, Everton e Lucas Paquetá (Lincoln); Felipe Vizeu. Técnico: Reinaldo Rueda.

INDEPENDIENTE - 1

Campaña; Bustos (Gastón Silva), Franco, Amorebieta e Tagliafico; Diego Rodríguez, Domingo, Meza (Sanchez Miño), Barco e Benítez (Albertengo); Gigliotti. Técnico: Ariel Holan.

Gols: Lucas Paquetá, aos 30, e Barco, aos 38 minutos do primeiro tempo. Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia). Renda: R$ 6.694.300,00. Público: 54.963 pagantes (62.567 presentes). Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira, 13.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso