Diário da Região

09/12/2017 - 13h57min

Construção do Itaquerão

Corinthians retoma pagamento integral das parcelas do Itaquerão

Timão deve aproximadamente R$ 1,79 bilhão em relação à arena

O Corinthians retomou o pagamento integral das parcelas relativas à construção do Itaquerão recentemente. O pagamento, que estava interrompido desde março de 2016, foi retomado após o Corinthians fechar novo acordo para o parcelamento do estádio firmado com a Caixa Econômica Federal. Quatro parcelas neste formato atual já foram pagas ao banco. O valor serviu para quitar dívidas pendentes e reiniciar o processo combinado.

Neste um ano e nove meses de paralisação, o clube desembolsou apenas os valores referentes aos juros do financiamento. A pausa foi uma concessão do banco até que o novo acordo fosse selado. Até agora, da quantia total, foram pagas oito parcelas de R$ 5,6 milhões.

Pelo novo acordo, o prazo para o pagamento (até 2028) ficou inalterado e o valor das parcelas, incluindo juros e amortização da dívida, vai aumentar com o passar dos anos. As parcelas mais baratas serão pagas pelo Corinthians até 2020.

A manutenção do prazo evita o aumento dos juros, o que era considerado fundamental pelo clube para que o pagamento fosse honrado, sem mais contratempos e interrupções.

O Corinthians deve aproximadamente R$ 1,79 bilhão em relação à arena. A dívida é composta pelos repasses à Caixa Econômica Federal, mais de R$ 631 milhões, outros R$ 346 milhões com a Odebrecht e ainda R$ 39 milhões em garantias da construtora. Para completar o valor, R$ 285 milhões são provenientes apenas em juros.

A dívida ainda pode ser abatida com a negociação dos CIDs, em um valor de R$ 454 milhões. CIDs são títulos comprados por empresas para abater o valor pago com impostos municipais. Os papéis foram emitidos pela Prefeitura de São Paulo como contrapartida de benefícios para a economia da Zona Leste e por sediar a abertura da Copa do Mundo de 2014.

O valor seria um alívio para as contas do clube, mas o Corinthians tem muitas dificuldades para vender os papéis. Até março passado tinham sido negociados apenas R$ 42,5 milhões.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o perí­odo R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o per­íodo R$ 16,90

Já é assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.