Norma Vilar mergulha nas tramasÍcone de fechar Fechar

PROJETO

Norma Vilar mergulha nas tramas

Artista assina mostra, que encerra o projeto Namoro com a Literatura no Iguatemi


    • São José do Rio Preto
    • máx min

Na arte contemporânea, a inquietude e o desejo de evolução são dois ingredientes importantes para se dar sequência a uma pesquisa genuína e comprometida. Os novos trabalhos que Norma Vilar leva para exposição no espaço cultural do Iguatemi são resultados desta necessidade de sempre construir algo novo. Denominada Tramas, a mostra integra uma nova série do trabalho contemporâneo de fácil entendimento da artista plástica, que completou 33 anos de carreira.

A exposição reúne 12 esculturas de parede que chegam a medir 2,5 metros de comprimento, um móbile e sete esculturas que medem até a 2,5 metros de altura. Ao todo, a mostra reúne 20 obras produzidas com materiais alternativos. As esculturas, por exemplo, foram feiras com papel machê, arame, malha, lã e pintura com tintas à base de água. Já as esculturas em machê foram revestidas com aço carbono (retalhos de ferro).

As obras são inéditas. Norma explica que os trabalhos mostram a evolução de seus trabalhos criados em papel machê (jornal com cola), matéria-prima que ela começou a utilizar em 1998, no final da faculdade. "São peças bem elaboradas e com muitas horas de dedicação. Uma peça de 2,5 por 1 metro, por exemplo, demora cerca de sete dias, sendo nove horas diárias, para produzir, sem contar o tempo de secagem", explica.

O título Tramas, segundo ela, é muito importante, pois define todo o conceito das peças. "Venho trabalhando nestas obras desde o início do ano e conforme concebia cada uma fui anotando algumas palavras chaves com a mensagem que elas me passavam", explica. Neste processo, surgiram palavras como estruturação, sobreposição, construção e unidade, que resultou na denominação Tramas. Nas obras, predominam as cores fendi, concreto, ferrugem e o amarelo.

A exposição encerra o projeto anual Namoro com a Literatura, idealizado por Norma Vilar, em parceria com a ARLEC (Academia Rio-pretense de Letras e Cultura), ACIRP e o Iguatemi. Ao longo de 2017, foram realizadas 15 exposições, entre elas duas coletivas, com trabalhos artísticos de diferentes modalidades. A cada mostra um membro da ARLEC produziu um texto com a percepção literária sobre as obras apresentadas. Desta vez, que analisou as obras de Norma foi a escritora Rosalie Gallo, que é presidente da ARLEC.

Norma afirma que ficou grata com a parceria. "Rosalie está contribuindo muito para esta exposição com seu alto nível intelectual e percepção em relação ao meu trabalho. Além do texto analisando minhas obras, ela escreveu frases que compõem o vídeo de making of que está sendo exibido em uma televisão na exposição e o cerimonial de encerramento do projeto Namoro com a Literatura. Ela visitou meu atelier e acompanhou todo o processo de criação, fez perguntas e levou fotos das obras. Houve uma troca mútua, aproximando nossos mundos."

A artista plástica conta que espera que o público visite o espaço e contemple as obras expostas. "Quando eu leio as obras desta série Tramas, elas me transmitem liberdade, possibilidades, persistência, união e continuidade. Gostaria que as pessoas sintam a força transformadora das obras e que se libertassem com o poder da criatividade."

Norma conta que está agendado para o dia 14 deste mês um cerimonial da encerramento da série para convidados. A artista explica que será entregue um CD com fotos das exposições feitas pelo fotógrafo Xavier Neto e um clipe de tudo que gerou na mídia. "Os artistas e escritores terão tudo documentado."

Rosalie Gallo celebra a realização das exposições e parcerias dos artistas plásticos com os escritores. "As mostras deram visibilidade para todos os participantes." Agora, todos os textos produzidos pelos escritores ficarão expostos na sede da ARLEC e serão publicados na revista semestral da Academia, que será lançada em dezembro. A escritora anunciou também que em 2018, a ARLEC completará 10 anos de fundação e terá vários projetos para celebrar a data.

Serviço