Diário da Região

07/12/2017 - 21h54min

HOSPITAL FLUTUANTE

Barco-hospital vai atender cerca de mil comunidades ribeirinhas

Associação São Francisco de Assis, de Jaci, lança nesta sexta-feira barco-hospital que vai atender 12 cidades do Pará, na Amazônia, a partir de outubro de 2018

Guilherme Baffi Frei Francisco com o protótipo do barco-hospital
Frei Francisco com o protótipo do barco-hospital

Dia 4 de outubro de 2018. Essa é data marcada para a primeira expedição do Barco-Hospital Papa Francisco, projeto criado pela Associação São Francisco de Assis, de Jaci, que vai levar atendimento médico a comunidades ribeirinhas do rio Amazonas.

O navio vai funcionar como um hospital flutuante para atender mil comunidades ribeirinhas de 12 municípios do estado do Pará. O lançamento oficial do projeto será feito nesta sexta-feira, dia 8, no Celeiro da Vida da Associação São Francisco de Assis, em Jaci.

No evento serão apresentados os detalhes técnicos do navio, além da maquete oficial do barco. O encerramento do encontro será com o show de Fafá de Belém, a madrinha do Barco-Hospital.

A embarcação está em fase de construção pela Emgepron, empresa da Marinha do Brasil destinada a projetos de construção naval. Os engenheiros estarão em Jaci para dar detalhes do navio.

Serão investidos R$ 24,5 milhões. Os recursos são de indenização de dano moral coletivo firmado em 2013 pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e o Ministério Público com as empresas Raízen Combustíveis (antiga Shell Química) e Basf.

O hospital flutuante terá 32 metros de comprimento e oito de largura. Uma autonomia de dez dias e espaço para dez tripulantes e 20 profissionais de saúde, capacidade para atender mais de 30 pessoas simultaneamente.

Clique na imagem para ampliar  (Foto: Aícro Júnior/Editoria de Arte)

A embarcação vai contar com consultórios médicos, odontológicos, centro cirúrgico, sala oftalmológica, laboratórios de análises, sala de medicação, sala de vacinação e leitos de enfermaria, além de equipamentos para exames, como raio-X, ultrassom, eco, mamógrafo, teste ergométrico e eletro.

Para a prestação de serviços médicos, a Associação fechou parceria com seis faculdades, entre elas a Unicamp.

A ideia do barco hospital surgiu após o papa Francisco, em visita ao Brasil no dia 25 de julho de 2013, pedir para o frei Francisco Belotti, administrador do Lar de Jaci, não esquecer da Amazônia.

"Vivenciando a dificuldade do povo dessa região, que precisa enfrentar horas de viagem em barcos para ir em busca de atendimento de saúde, vimos a necessidade de ir até esses moradores, e assim fez nascer nosso Barco-Hospital Papa Francisco", disse o frei Francisco.

O barco terá como pontos de apoio a Santa Casa de Óbidos (PA) e o Hospital 9 de Abril na Providência de Deus, em Juruti (PA), ambos já administrados pelo Lar de Jaci, o primeiro desde junho de 2014 e o segundo desde abril de 2015.

Em casos de emergência, os pacientes poderão ser levados do hospital flutuante até os hospitais em terra firme por uma ambulancha - ambulância feita em uma lancha. O projeto prevê ainda uma segunda ambulancha para ir à frente do navio fazendo a triagem dos pacientes.

A previsão é que sejam atendidas 657 mil pessoas que moram em mil comunidades ribeirinhas em local de difícil acesso.

Projetos

A Associação de Jaci, além dos hospitais no Pará, mantém obras nos estados de Goiás, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro e São Paulo. O trabalho rompeu até a fronteira do país e ajuda os moradores de Porto Príncipe, no Haiti. No total, o Lar de Jaci administra 17 hospitais, dez comunidade terapêuticas e oito serviços de saúde. A Associação ainda administra albergues, projetos assistenciais e restaurante popular.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso