Diário da Região

18/12/2017 - 22h56min

PERIGO

Estudante tem o pescoço ferido por cerol

Jovem de 23 anos seguia de moto pela avenida Mirassolândia

Reprodução/Internet Fabrício Antonio Manoel, 23 anos, acredita que recebeu
Fabrício Antonio Manoel, 23 anos, acredita que recebeu "uma nova chance" de viver

O estudante Fabrício Antonio Manoel, de 23 anos, tornou-se mais uma vítima de cerol em Rio Preto. Ele teve o pescoço ferido pela linha na noite de sábado, dia 16, quando seguia de moto pela avenida Mirassolândia, no Jardim Colorado. Os pontos na região da garganta mostram a gravidade dos ferimentos e, aliviado, o rapaz comemora a "segunda chance de viver" que ganhou.

"Acho que Deus olhou por mim naquele momento. Eu poderia ter morrido. Recebi uma nova chance. É o que sinto. Também acho que a pessoa que causou isto tem de refletir. Se eu morresse, olha a culpa que ela ia carregar", diz o rapaz.

Desde o começo do ano, a Guarda Civil Municipal (GCM) apreendeu 197 carreteis de linhas com cerol e fez 26 atuações. Em junho, a motociclista Andrea de Cassia Pereira, de 38 anos, morreu ao ter o pescoço atingido por uma linha cortante no bairro Lealdade, em Rio Preto. Igual a Fabrício, Andrea seguia para o trabalho no momento do acidente.

"Eu estava indo para o trabalho, quando passei pela avenida Mirassolândia e senti a linha atingir meu pescoço. Parei a moto e percebi o sangramento. Umas pessoas que estavam perto me ajudaram e chamaram o resgate. Fiquei com medo de morrer antes de chegar o socorro", diz Fabrício, que trabalha em um restaurante.

O corte pegou por toda a região da garganta, causando grande sangramento. O motociclista foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, depois foi levado até o Hospital de Base de Rio Preto. O estado de saúde dele é considerado estável.

Clique na imagem para ampliar  (Foto: Aícro Júnior/Editor de Arte)

"Eu sempre passo por aquele trecho e vejo crianças soltando pipa. Sempre me preocupei com o risco de sofrer acidente com linha de cerol", diz o motociclista, que se recupera em quarto do HB e diz se sentir abençoado por Deus por escapar vivo do acidente. Uma das formas de evitar riscos é utilizar equipamento na motocicleta que evita a passagem da linha cortante, como uma antena.

A Polícia Militar está em busca de informações para identificar quem estava soltando pipa com cerol no momento do acidente. Se o dono da linha for menor de idade, a penalidade prevista é aplicada aos pais ou responsáveis. Como o uso de cerol provocou acidente com ferimento, o caso será encaminhado à Polícia Civil.

Combate

 

O coordenador operacional da Guarda Municipal, Vitor Cornachioni, afirma que o combate às linhas com cerol vai ser intensificado com a chegada das férias escolares, quando aumenta o número de pessoas soltando pipas.

"Estamos fazendo este patrulhamento preventivo em parceria com a Polícia Militar. Quando pegamos crianças e adolescentes soltando pipa, vamos atrás dos responsáveis que são multados", diz o coordenador operacional.

A fiscalização é feita com base em duas leis que proíbem a venda e o uso de linha de cerol, uma municipal, que prevê multa de meio salário mínimo (R$ 468,50), e outra estadual, com multa de R$ 125,35.

No caso da morte de Andrea, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) descobriu que um menino de 11 anos e outro de 13 tentavam pegar uma pipa enroscada em um poste e provocaram o acidente. Após a morte da motociclista, a GCM fez algumas operações e apreendeu linhas cortantes.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Aguarde, carregando...

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mas.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Regiao

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos trás primeiros meses após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conte?do gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 mat?rias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Regiao
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos trás primeiros meses, após o período R$ 16,90

Já é assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.