Diário da Região

09/11/2017 - 21h40min

Proteja-se!

Caronas

O caso da jovem Kelly, brutalmente assassinada por criminosos que planejaram a prática de crime disfarçando-se ardilosamente de usuário de uma rede social em aplicativo de celular (cujos objetivos são benéficos e salutares) faz-nos acender o "farol vermelho" no sentido de jamais nos desvencilharmos das posturas e ações voltadas à nossa segurança para evitar ou dificultar a ação de criminosos.

Cabe destacar, antemão, que a responsabilidade do crime é toda e exclusiva dos criminosos, destacando ainda que as orientações que se seguem tendem a minimizar os riscos da ação criminosa.

Sempre quando temos a oportunidade, lembramos a todos os leitores que a exposição exagerada a desconhecidos de sua vida e de sua rotina é perigoso para segurança pessoal, assunto constantemente escrito neste espaço da coluna "Proteja-se", inclusive na semana passada (com foco diferenciado de hoje, frisa-se), cujo título foi "Informações a serviço do crime".

Quanto às caronas, orientamos que elas sejam dadas preferencialmente a pessoa já conhecida ou ao menos que tenha referências positivas do amigo ou familiar que a indicou.

Em caso de grupos virtuais, em específico, é importante que a inclusão de novos integrantes em grupos de redes sociais sejam criteriosamente analisados e que somente ocorra mediante indicação de outro(s) componente(s) do grupo. Importante também que esses integrantes se conheçam pessoalmente: hoje é muito comum os indivíduos se conhecerem tão somente de forma virtual, lembrando que, nesses casos, o verdadeiro perfil pessoal pode ser facilmente dissimulado.

Ademais, reforçamos que tais grupos virtuais devem ser "fechados", não abertos a qualquer pessoa que simplesmente tenha o interesse em entrar.

Interessante também que durante o trajeto se mantenha contato com familiares ou amigos (observando-se logicamente a atenção ao trânsito no caso do motorista), devendo ser conhecidos deles a origem, o destino exato, o itinerário e a pessoa com quem está viajando; uma forma interessante que auxilia neste intento é a habilitação do rastreador do aparelho celular, permitindo que o familiar acompanhe em tempo real a sua localização.

Por fim, ações que visam a segurança desse público (seja para quem concede, seja para quem 'pega' a carona) são vistas de maneira positiva, evitando que criminosos se infiltrem em comunidades de bem visando a prática de crimes.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso