Diário da Região

09/11/2017 - 00h03min

HERÓIS IMPROVÁVEIS

Timão abre oito pontos de vantagem na liderança

Decisivos, os reservas Walter, defendendo pênalti, e Giovanni Augusto, autor do gol da vitória, deixaram o Corinthians ainda mais perto do título.

Heuler Andrey/Estadão Conteúdo  Giovanni Augusto entrou no segundo tempo , marcou o gol da vitória corintiana e festeja com Rodriguinho em Curitiba
Giovanni Augusto entrou no segundo tempo , marcou o gol da vitória corintiana e festeja com Rodriguinho em Curitiba

Um chute despretensioso e um reserva que "estreou" nesta quarta-feira, 8, garantiram a vitória do Corinthians sobre o Atlético Paranaense por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Giovanni Augusto, que poucos acreditavam que ainda poderia ajudar a equipe, e Walter, suplente que pode deixar o clube por falta de espaço, fizeram com que a partida lembrasse muitas que aconteceram no primeiro turno. Sem grande atuação, a equipe do técnico Fábio Carille somou mais três pontos e deu mais um passo rumo ao título.

Com o resultado, o Corinthians chegou aos 65 pontos e, com a derrota do Santos, abriu oito pontos de vantagens para o vice-líder - agora o Grêmio, com 57, que venceu a Ponte Preta.

Giovanni Augusto entrou no decorrer do segundo tempo, possivelmente pelo fato de Jadson estar suspenso e não poder ser utilizado, acertou um chute fraco que Weverton aceitou. Antes, o estreante Walter pegou um pênalti de Nikão que claramente deixou a equipe paranaense abatida. A noite só não foi perfeita para o goleiro porque na reta final da partida ele sofreu uma lesão, teve que deixar o jogo e pode não conseguir aproveitar a oportunidade enquanto Cássio está na Seleção Brasileira.

A primeira etapa do jogo ficou marcada pelas jogadas ríspidas e pelo domínio de jogo do Atlético Paranaense. Nikão fez jogada individual e, ao tentar cruzar, chutou a bola no braço de Fagner. Pênalti para o Atlético Paranaense. Na cobrança, o meia chutou quase no meio do gol, Walter saltou e fez a defesa com o pé. O atleticano não foi bem na cobrança, mas o corintiano também teve seus méritos por ter demonstrado calma e não tentar adivinhar o canto.

No segundo tempo, os dois times caíram de rendimento e as chances de gol diminuíram. Para tentar conseguir algo diferente, Fábio Carille precisou apelar para Giovanni Augusto e Paulo Roberto, que têm sido pouco aproveitados, nos lugares de Clayson e Maycon, respectivamente. A partida parecia que acabaria no 0 a 0, quando Giovanni Augusto, aos 31 minutos, acertou um chute despretensioso, Rodriguinho passou na frente de Weverton e atrapalhou o goleiro. Falha feia.

Atlético-PR 0 X 1 Corinthians

Fichas Técnicas

Atlético-PR

Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez, Lucho González, Lucas Fernandes (Matheus Anjos), Felipe Gedoz (Douglas Coutinho) e Nikão (Pablo); Ribamar Técnico: Fabiano Soares.

Corinthians

Walter (Caíque França); Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Camacho, Maycon (Paulo Roberto), Rodriguinho, Clayson (Giovanni Augusto) e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille.

Gol: Giovanni Augusto, aos 31 minutos do segundo tempo. Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ). Renda e público: não informados. Local: Arena da Baixada, em Curitiba, nesta quarta-feira, 8.

Jô pega um jogo de gancho

Jô está suspenso por uma partida do Campeonato Brasileiro pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O atacante do Corinthians foi julgado nesta quarta-feira, sob a acusação de agredir o zagueiro Rodrigo, da Ponte Preta. Ele poderia ter pego até 12 jogos de gancho, mas o advogado corintiano, João Zanforlim, conseguiu desqualificar o artigo e a pena caiu para apenas uma partida. Assim, o artilheiro alvinegro só não enfrentará o Avaí, neste sábado, no estádio Itaquerão, em São Paulo.

Jô foi denunciado no artigo 254-A do CBJD e a pena, se tivesse sido condenado, seria de quatro a 12 jogos. Entretanto, o caso foi desqualificado para o artigo 250 (empurrar acintosamente o companheiro do adversário, fora da disputa da jogada). A procuradoria informou que vai recorrer da decisão. (AE)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso