X
X

Diário da Região

23/11/2017 - 21h53min / Atualizado 23/11/2017 - 22h31min

Contra acidentes

Cipa vai vistoriar escola de Thauan

Comissão vai fazer mapa de risco na unidade onde menino de 11 anos morreu

Reprodução Thauan, 11 anos, tocando violão e cantando, duas de suas paixões
Thauan, 11 anos, tocando violão e cantando, duas de suas paixões

Vinte e quatro dias após a morte do menino Thauan Fernandes dos Santos, de 11 anos, três funcionários da Prefeitura, integrantes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), vão vistoriar a escola municipal Professora Regina Mallouk, no Santa Clara, nesta sexta-feira, 24. Thauan morreu após se chocar contra uma manivela que sustenta a tabela de basquete da quadra da escola, no dia 31 de outubro.

A vistória feita pela Cipa tem o objetivo de verificar as condições de segurança para alunos e funcionários e também irá fiscalizar o prédio da escola Ruy Nazareth, no Parque Jaguaré, onde um funcionário teria se machucado após ter escorregado, segundo Sindicato dos Funcionários na Educação Municipal.

O resultado das duas vistorias fará parte de um relatório denominado mapa de risco, que depois será encaminhado à Secretaria Municipal de Educação, para que sejam adotadas providências para garantir a segurança de todos.

No documento, cada item será representado por uma cor: riscos físicos serão em verde, químicos em vermelho, biológicos em marrom, ergonômicos em amarelo e de acidentes em azul.

Duas investigações sobre a morte de Thauan estão em andamento. Uma delas é da Secretaria de Educação, onde uma sindicância interna foi aberta para levantar as causas do acidente. Na polícia, a investigação é feita pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), que vai apurar as responsabilidades do acidente.

O acidente

Thauan estava em atividade escolar na quadra, junto com seus colegas do 5º ano, e sob a supervisão de uma professora, quando o acidente ocorreu. Testemunhas disseram que o menino desmaiou após bater o peito contra a manivela.

Ele chegou a receber os primeiros socorros na unidade escolar, depois foi transferido pelo Samu para o Hospital da Criança e Maternidade (HCM), mas já chegou com 40 minutos de parada cardiorrespiratória. No atestado de óbito, constam como causas da morte traumatismo no tórax, hemorragia aguda interna traumática e rotura cardíaca.

A reportagem procurou a Prefeitura nesta quinta-feira, dia 23, mas não obteve resposta.

'Antes tarde do que nunca'

O pai do estudante, Carlos Almiro Silva, de 45 anos, acha positiva a intenção da Cipa em fazer a vistoria de segurança da escola Regina Mallouk, mas lamenta que não tenha sido adotada esta prudência antes da morte do filho.

"Antes tarde do que nunca. Precisou acontecer a morte do Thauan para que alguém prestasse atenção no lugar onde as crianças brincam e estudam", diz o pai.

Carlos diz que durante o velório do filho, pais de alunos lhe procuraram para falar que seus filhos já sofreram pequenos acidentes na escola. "Além disto, tem de ter sempre funcionários perto das crianças, para tomar conta dela. Não dá descuidar um só minuto. Quem é pai e mãe, sabe muito bem disso", comenta o pai.

A família vai entrar com ação na Justiça com pedido de indenização pela morte do estudante. Eles aguardam o resultado da sindicância e da investigação policial para incluir no processo. Segundo os pais do menino, Thauan tinha apenas renite e sinusite.

O garoto sonhava em ser cantor e adorava tocar violão. Ele havia gravado vídeo para mandar à produção do programa The Voice Kids, da TV Globo. (MAS)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso