Diário da Região

29/11/2017 - 11h51min

Caso Kelly

Jonathan e Daniel são transferidos de cadeia

Os dois acusados de participar do assassinato da jovem foram levados de Frutal para Uberaba.

Samir Alouan/Pontal Online Jonathan com a cabeça enfaixada após agressão em presídio
Jonathan com a cabeça enfaixada após agressão em presídio

Os dois acusados do assassinato da jovem Kelly Cadamuro, Jonathan Pereira do Prado e Daniel Theodoro da Silva, foram transferidos do presídio de Frutal para a Penitenciária Professor Aluizio Ignacio de Oliveira, em Uberaba. A mudança ocorreu no dia 22, mas só foi publicada nesta quarta-feira, dia 29, no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, por questões de segurança.

Acusado de ter estuprar e depois matar Kelly, Jonathan estava detido em cela separada, chamada de seguro, onde ficam os suspeitos de crimes sexuais. No local, ficam também as pessoas detidas por crimes leves ou estão presos por falta de pagamento de pensão alimenticía. Mesmo assim, ele foi espancado chegou a ser agredido pelos companheiros de cela, na noite do dia 2 de novembro.

Após a agressão, Jonathan teve de ser levado as pressas para o pronto socorro de Frutal, para tratar dos ferimentos. Ele teve parte da cabeça enfaixada pela equipe médica. Dias depois, Jonathan participou a reconstituição do crime, mas ficou o tempo todo com a cabeça coberta por capuz para esconder os ferimentos.

De volta ao presidio de Frutal, Jonathan foi mantido sozinho em uma cela isolado dos demais presos, para evitar o risco de novo espancamento. Esta rotina complicou a situação da unidade prisional, porque durante todo este tempo, agentes tiveram de ser deslocados para fazer vigilância apenas dele. Preso pelo crime de receptação de objetos roubados de Kelly, Daniel não chegou a ser incomodado pelos presos.

De acordo com a delegacia de Polícia de Frutal que funciona anexa ao prédio, a transferência de Jonathan e Daniel ocorreu por determinação da Secretaria de Administração Prisional.

A transferência dos dois acusados foi cercada de sigilo no presídio, por orientação da Secretaria de Administação Prisional. Foi adotada a cautela de fazer a mudança dos presos de Frutal para Uberaba, uma viagem de 130 km, de forma rápida.

O Ministério Público já denunciou os dois acusados pelo assassinato de Kelly. Jonathan poderá pegar 47 anos de prisão e Daniel quatro anos. Outro acusado, Wander Cunha, deve ser transferido em dezembro, do CDP de Rio Preto para o sistema prisional de Minas Gerais.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso