Diário da Região

30/10/2017 - 16h48min

VINHOS E OS PRAZERES

Visita à vinícola da família Pérez Pascuas

A plantação de uvas de família Pérez Pascuas é composta por 135 hectares e a principal casta local é a "tinta do País" (Tempranillo), que representa 90% do plantio

Alberto Andalo Junior/Arquivo Pessoal

Em 1980, os irmãos Benjamin, Manuel e Adolfo Pérez Pascuas fundaram Bodegas Hermanos Pérez Pascuas. Esta Bodegas é uma vinícola pioneira, situada na região de Ribera del Duero DO – Espanha, responsável pela elaboração de "Grandes Vinhos”. A outra região também importante no feitio de grandes vinhos espanhóis, próxima da Ribera del Duero é a Rioja, que é bem mais antiga.

A plantação de uvas de família Pérez Pascuas é composta por 135 hectares e a principal casta local é a "tinta do País" (Tempranillo), que representa 90% do plantio. Os outros 10% correspondem à variedade "Cabernet Sauvignon".

Graças às excelentes características e a extensão das vinhas familiares, Bodegas Pérez Pascuas é uma das poucas vinícolas na DO Ribera del Duero, que a família administra, garantindo assim um rigoroso controle de qualidade nas 500 mil garrafas que são produzidas anualmente, à partir destas uvas.,

Hoje em dia, os vinhos: "CEPA GAVILAN", "FINCA LA Navilla", "VIÑA PEDROSA" e "PEREZ PASCUAS - grande seleção" são exportados para mais de 38 países. Estes vinhos respondem por 43% da produção anual total da Pérez Pascuas.

Fiz uma visita a esta vinícola, agora em 2017, e fui recebido pelo enólogo José Manuel. Foi uma ótima visita, onde me senti muito acolhido e inclusive fui recebido com a bandeira do Brasil hasteada.

Aparentemente, a vinícola me pareceu pequena, por que a maior parte de sua produção fica subterrânea, de forma a aproveitar a temperatura mais baixa do subsolo. No entanto, a vinícola é grande e o passeio por ela levou um tempo agradável até que eu a conhecesse melhor.

Visitando a Bodegas pude verificar que o mosto é fermentado em cubas de inox, com controle de temperatura.

José Manuel também me disse que os vinhos ali são envelhecidos em barris de carvalho americano e francês.

Ele me mostrou a madeira com a qual os dois tipos de tonéis são feitos. As de origem francesa tem uma estrutura mais fechada que as de origem americana, permitindo que o vinho respire menos.

Passeamos entre as parreiras, onde provei várias uvas que estavam muito doces nesta época da colheita. Eles têm uvas de várias espécies, junto à casa de recepção, para que possamos provar as diferentes cepas.

Ele me disse também que na DO Ribeira del Duero, só são considerados DO, os vinhos tintos. Os brancos, quando produzidos na região, não tem denominação.

Conheci também o simpático Sr. Benjamin, que é um dos proprietários da vinícola e que ainda trabalha todos os dias lá, apesar da idade. Ele me disse, com orgulho, que a sua vinícola foi escolhida como fornecedora de vinhos, pelo próprio papa João Paulo II.

Sr. Benjamim conversou um pouco comigo e foi muito gentil. Ele me mostrou diversas tampas de barricas, com assinaturas de figuras ilustres que passaram por ali.

Ele se orgulha muito destas pessoas conhecidas que visitaram a vinícola, dentre elas está o artista Antonio Banderas.

Os Pérez Pascuas produzem 6 vinhos: Cépa Gavilán Crianza, Viña Pedrosa Crianza, Viña Pedrosa - Finca La Navilla, Viña Pedrosa Reserva e Viña Pedrosa Gran Reserva.

A colheita ali é toda manual, o que revela um grande cuidado com o feitio de seus vinhos.

Nesta visita pude fazer uma prova de alguns de seus vinhos:

  • Cépa Gavilán Crianza 2014, que é feito com a cepa Tinta del Pais, e fica no mínimo 12 meses em barrica francesa e americana e 12 meses em garrafa. Os vinhedos para esta produção tem entre 10 e 15 anos. A cor deste vinho é de um violáceo brilhante. É um vinho com aromas de fruta madura, café e especiarias. É um vinho agradável, equilibrado e de boa persistência. Este vinho ganhou 95 pts. no Guia de Vinhos Gourmets.
  • Viña Pedrosa Crianza 2014 é feito com a cepa Tinta del Pais e fica 18 meses em barrica francesa e americana e 6 meses em garrafa. Os vinhedos para esta produção tem entre 20 e 25 anos. O vinho tem cor roxa intensa, com reflexos violáceos. No nariz ele é complexo e lembra frutos maduros. É um vinho potente, redondo e persistente, com taninos integrados. Este vinho ganhou 97 pts. no Guia de Vinhos Gourmets
  • Viña Pedrosa Reserva 2012 é feito com a cepa Tinta del Pais e fica 24 meses em barrica francesa e americana e 12 meses em garrafa. Os vinhedos para este vinho contam com 30 e 35 anos. A cor deste vinho é cereja brilhante, com reflexos azulados. Os aromas são de frutas, ervas e canela. É um belo vinho, potente, estruturado e muito persistente.
  • Viña Pedrosa Gran Reserva 2010 é feito com as cepas Tinta del Pais (90%) e Cabernet Sauvignon e fica 24 meses em barrica francesa e americana e 36 meses em garrafa. Os vinhedos destas uvas tem mais de 40 anos. A cor deste vinho é roxo intenso e na boca ele é um espetáculo, amplo, com taninos maduros, uma bela estrutura e persistência. Este vinho ganhou 98 e 99 pontos do Guia de Vinhos Gourmets, em duas safras, junto com o Vega Sicilia Unico.

Junto com esta degustação foram servidos queijos e embutidos deliciosos, que praticamente substituíram o meu almoço. Ainda assim, ao sair de lá, pedi uma indicação de um local pra almoçar e me indicaram o restaurante El Ciprés, na cidadela Aruanda del Duero.

Lá fui eu conhecer aquela simples e árida região da Espanha, magnífica no entanto, pelos seus vinhos!

O prato típico da região, que acabei experimentando no Ciprès, é o Lechazo que é um cordeiro assado na lenha.

Além de ter feito a agradável visita à Bodegas Pérez Pascuas, fui presenteado por eles com um Viña Pedrosa Reserva 2012. Ganhei também o Guia de Vinhos Gourmets! Todos foram muito amáveis e eu senti que fechava com chave de ouro meu passeio a esta região.

Agradeço a todos da Pérez Pascuas que me receberam e à Mistral, pela organização desta excelente visita!

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.