Diário da Região

30/10/2017 - 16h30min

VINHOS E OS PRAZERES

A culinária moderna e criativa de Salvatore Loi e Paulo Barros

Dupla de chefs comanda o Modern Mamma Osteria, em São Paulo

Alberto Andalo Júnior/Arquivo pessoal

Venho acompanhado o chef Salvatore Loi, desde que ele saiu do Fasano e gosto muito da sua culinária.

Achava o restaurante Girarrosto muito bom e o Salvatore Loi (outro restaurante que levava seu nome) com preços muito altos, mas com comida muito boa e serviço impecável.

Quando soube que o chef Salvatore Loi e Paulo Barros (trabalhou no Italy) tinham aberto o Modern Mamma Osteria, em novembro de 2016, resolvi ir conhecê-lo, num almoço de domingo.

O Mamma é um restaurante menos pretensioso e mais econômico que o Loi, e se instalou na Rua Manuel Guedes, 160 - Itaim Bibi (fone 3078-2263).

Já estive lá 2 vezes. A primeira logo que abriu, quando ainda podíamos encontrar algumas mesas vagas. A segunda foi recentemente, agora que o restaurante pegou, e eu tive que chegar lá ao meio dia para achar lugar. Lembrem-se: é necessário fazer reserva.

A recepcionista é muito educada e nesta segunda vez que estive lá, me colocaram numa mesa no meio da passagem. Pedi então à ela para mudar de mesa e ela me realocou rapidinho.

A decoração do local é de bom gosto e a música agradável. O projeto do estabelecimento fez várias e inteligentes opções para reduzir o custos, sem perder o charme. Os copos são do tipo americano e as toalhas foram substituídas por papéis com o cardápio impresso.

Os pratos que escolhi, nas minhas visitas, foram:

  • Entrada de mozzarella de búfala, camarão ao pomodoro - (R$34,00).
  • Gnocchi de batata dourada, com ragu de Lula, tomate confit e rúcula - (R$54,00).
  • Raviolini Stracciatella, limão siciliano ao suco e manjericão - (R$52,00).
  • Cullurgiones (massa parecida com um pastel, recheada de ricota e limão siciliano), ao pêsto de hortelã, amêndoas e manjericão - (R$42,00).
  • Agnelotti plin recheado com vitelo, ao creme de grana padano - (R$57,00).

Para mim, é difícil dizer qual foi o melhor prato, pois todos estavam extraordinários! No entanto, o Cullurgione com seu recheio e sutileza cítrica foi o que mais me surpreendeu!

Na primeira visita, a conta ficou em R$ 130,90, para 2 primeiros pratos, água e um refrigerante.

Na segunda vez, a conta ficou em R$ 171,76, com uma entrada, duas águas nacionais, dois pratos principais e um café que podia ser acompanhado de um biscoitinho... fica a dica.

Nas 2 vezes que estive no Mamma, o Salvatore não estava, diferente do que acontecia no restaurante Loi e Girarrosto.

O Mamma realmente está bombando e acredito que esta dupla de chefs virtuosos vai fazer muitos fãs ainda, por conta de uma culinária moderna e criativa!

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.