Diário da Região

05/10/2017 - 23h55min

SAÚDE

Quando o cansaço é uma doença

Doença acarreta cansaço excessivo e dores em músculos e nas articulações

Stock Images/Divulgação Isolamento social é um dos principais efeitos negativos da Síndrome da Fadiga Crônica, pois o cansaço e as dores acabam limitando as atividades cotidianas
Isolamento social é um dos principais efeitos negativos da Síndrome da Fadiga Crônica, pois o cansaço e as dores acabam limitando as atividades cotidianas

Caracterizada por um cansaço excessivo e persistente que influencia diretamente na qualidade de vida, a Síndrome da Fadiga Crônica (SFC) é uma doença difícil de ser identificada e fácil de ser confundida com outros problemas físicos e mentais, como a fibromialgia e a depressão.

“Por não ter uma causa e um exame específico para o seu diagnóstico, as pessoas acabam confundindo a SFC com desânimo ou outras doenças. Eu sempre digo que o corpo fala com a gente de uma forma direta e reta. Se você não está se sentindo bem, significa que algo não está funcionando corretamente. É preciso buscar uma ajuda médica para identificar os sintomas e, consequentemente, a ajuda terapêutica para garantir qualidade de vida”, destaca a psicóloga Priscilla Marçola, de Rio Preto.

Ainda não se sabe ao certo a causa da SFC, mas alguns fatores podem contribuir para o surgimento do problema, como a exposição a agentes tóxicos, as sequelas de doenças infecciosas e o estresse cotidiano. O portador dessa síndrome também pode apresentar anomalias nos sistemas imunológico, endócrino e neurológico.

Para Priscilla, o principal efeito negativo da Síndrome da Fadiga Crônica é o isolamento, pois o paciente também pode sentir dores nas articulações e músculos, que, aliadas ao cansaço excessivo, acabam limitando suas atividades cotidianas.

Para ela, o tratamento ideal deve envolver tanto o médico como o psicólogo. “Em casos de isolamento social já elevado, devido ao cansaço extremo, antidepressivos ajudam a regular o bem estar da pessoa. E terapia é indispensável, para que a pessoa possa identificar quais fatores emocionais acabam piorando a síndrome. Ansiedade, estresse e tristeza são alguns deles. Na terapia, o paciente aprende a controlar seus pensamentos e lidar com essas emoções de forma a melhorar a sua rotina”, sinaliza.

Fisicamente, a Síndrome da Fadiga Crônica afeta o sistema nervoso e diversos órgãos. Além das dores em articulações e músculos, outros sintomas como dores de cabeça e de garganta também podem surgir.

“Já no aspecto psicológico, a exaustão em si acaba levando a pessoa a sentir muito sono. Quando praticam exercícios físicos ou são expostas a uma situação que exige muito da parte mental, ocorre um cansaço muito prolongado, que não é recuperado pelo descanso. E isso acaba interferindo muito na rotina da pessoa, e na parte cognitiva também, levando, inclusive a perda de memória”, comenta a psicóloga.

Autora do livro Vencendo a Fadiga Crônica – seu Guia Passo a Passo para o Restabelecimento Completo (Summus Editorial), a psicóloga clínica Kristina Dowing-Orr explica que a SFC é uma doença essencialmente biológica, mas os fatores psicológicos desempenham um papel importante no surgimento dos sintomas.

Essa síndrome pode afetar qualquer pessoa, mas, segundo estudos, adolescentes e pessoas com mais de 40 anos estão entre os grupos mais propensos a desenvolvê-la. Em seu livro, Kristina reforça que a SFC é uma doença real. Não é produto da imaginação nem sinônimo de depressão.

Sintomas

  • Dor de cabeça sem causa evidente
  • Dores musculares e nas articulações sem inchaço ou vermelhidão
  • Comprometimento da memória recente ou da concentração
  • Sono que não repousa
  • Fraqueza intensa que persiste por mais de 24h depois da atividade física ou de algum esforço mental excessivo

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso