Diário da Região

04/10/2017 - 17h53min

Casa nova para o monumento

Grupo quer tirar estátua da Revolução de 32 da frente do Fórum

Grupo dos Voluntários de 32 iniciou movimento para tirar a estátua em homenagem aos combatentes de Rio Preto de frente do Fórum para acabar com casos de vandalismo. Novo endereço deve ser o CPI-5

Guilherme Baffi 3/10/2017 Giovanni Spirandelli, presidente da Sociedade dos Voluntários, em frente ao monumento, no Fórum
Giovanni Spirandelli, presidente da Sociedade dos Voluntários, em frente ao monumento, no Fórum

Há quase 60 anos em frente ao Fórum de Rio Preto, o monumento em homenagem aos combatentes da Revolução Constitucionalista de 1932 deverá ganhar novo endereço. A Sociedade dos Veteranos de 1932 iniciou um movimento para mudar a estátua de lugar. O objetivo é levar o objeto para um lugar que ofereça segurança porque o monumento já foi vítima de vandalismo e furto.

Esculpida pelo italiano Lélio Coluccini e inaugurada em 9 de setembro de 1937 para homenagear os combatentes rio-pretenses da Revolução de 1932, a estátua foi instalada inicialmente no Cemitério da Ressurreição (Cemitério da Vila Ercília). Na década de 1950, o monumento foi transferido para a frente do Fórum, na praça Rio Preto, Centro de Rio Preto. De lá para cá passou a ser alvo de vandalismo. As placas com nomes dos combatentes e mensagens já foram pichadas, assim como o próprio objeto.

Até o fuzil de bronze que integra o Monumento já foi furtado, segundo o presidente da Sociedade Voluntários de 32, Giovanni Spirandelli. “Uma vez foi furtado e tivemos muito trabalho para recuperá-lo. Atualmente não tem como deixar o fuzil lá, não tem segurança”, disse. Em 2013, a Sociedade dos Voluntários de 32 retirou o fuzil do local para evitar a ação de vândalos.

Os parafusos usados para prender a arma na base do monumento estavam soltos e, por isso, a peça foi retirada do local e guardada em sala do Fórum. “No lugar que ela está não serve para fazer lembrar aquela passagem histórica. Hoje ela é um estorvo, banheiro para moradores de rua e pombos. Queremos colocar em um lugar que ela fique segura e conservada”, afirmou Spirandelli.

Destino pode ser o museu

A ideia do grupo é levar o monumento para a frente do Comando de Policiamento do Interior 5 (CPI-5), localizado na avenida dos Estudantes, onde já existe um museu da Revolução de 1932. De acordo com Spirandelli, essa mudança deve acontecer até o final deste ano. “Já conseguimos autorização do Fórum. A Prefeitura não se opôs. O Rotary vai nos ajudar no custeamento da mudança, que será feita por uma empresa especializada. Só estamos esperando a parte burocrática com a Prefeitura e com Estado (para colocar no CPI-5)”, disse.

Após a mudança, o monumento será revitalizado e vai ganhar a companhia de um muro com o nome de todos os cerca de mil combatentes de Rio Preto. Também terá seu fuzil de bronze de volta. “Não podemos perder essa memória. Do jeito que está não tem como ficar. Não podemos nem deixar o fuzil nela”, disse Spirandelli. A Revolução de 32 foi um movimento armado paulista com o objetivo de promulgar nova Constituição para o Brasil. Na época, uma junta militar havia dado o poder a Getúlio Vargas após a Revolução de 1930.

Durante comício em 23 de maio de 1932, na Praça da República, em São Paulo, a repressão violenta da polícia contra os manifestantes resultou na morte dos estudantes Euclides Bueno Miragaia, Mário Martins de Almeida, Dráusio Marcondes de Souza e Antônio Américo de Camargo Andrade (MMDC). Foi o estopim da revolta que resultou no conflito armado a partir de 9 de julho.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.