Diário da Região

18/09/2017 - 22h07min

TERRA DE SANTO ANTÔNIO

Rio Preto registrou recorde de casamentos em 2016

Em um único ano foram 3.130 uniões, média de oito por dia

Elton Rodrigues/Arquivo O casal Kamila e Flávio Botaro entrou nas estatísticas ao se casar em novembro do ano passado:
O casal Kamila e Flávio Botaro entrou nas estatísticas ao se casar em novembro do ano passado: "foram nove meses de organização," disse a noiva

Desde que se tem registros, Rio Preto nunca realizou tantos casamentos como no ano passado. Foram 3.130 uniões formais no período de doze meses, uma média de oito por dia. Os dados são da Fundação Seade, com base nas informações oficiais fornecidas pelos Cartórios de Registro Civil.

Se levarmos em consideração apenas os dados dos últimos dez anos, o aumento foi de 30%, já que em 2006 ocorreram 2.397 uniões. Esse percentual é quatro vezes mais do que o crescimento populacional, que foi de 7,4% no mesmo período - de 442.548 para 446.649 habitantes.

A Fundação Seade atualizou as informações nesta segunda-feira, dia 18. O sistema compila os dados desde 1980, portanto permite fazer um panorama da evolução dos casamentos, entre outros dados de todos dos municípios do Estado de São Paulo.

Em Rio Preto, é o sexto ano consecutivo de aumento no número de casamentos enquanto cidades como Campinas, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Ribeirão Preto e Sorocaba tiveram redução na quantidade de uniões formais.

O sociólogo Carlos Eduardo Guimarães, da Universidade Federal de São Carlos (Ufscar), explica que existem alguns fatores que podem colaborar para o aumento de casamentos. Entre eles está a chegada de novos moradores e a crise econômica.

De acordo com o especialista, pessoas que deixam a família e amigos em uma cidade e se mudam tendem a se casar no novo município escolhido. “As pessoas precisam de relações mais firmes, seja amorosa, familiar ou de amizade. Alguém que se muda de cidade sem os familiares acaba encontrando no casamento a oportunidade de suprir essa ausência”, disse.

Ainda segundo ele, os casais acabam formalizando uma união e indo morar juntos para otimizar os gastos em tempos de crise econômica. “Com isso passam a ter um custo compartilhado de moradia. Também acontece de um ter plano de saúde na empresa que trabalha e a outra pessoa não, então com o casamento os dois conseguem ser beneficiado. Tudo isso é fator que colabora para o aumento no número de uniões, mas é claro que para que todos os motivos sejam verificados é preciso fazer uma pesquisa de campo”, afirmou.

Contrariam a tendência

Rio Preto vai na contramão estadual quando o assunto é casamento. O Estado de São Paulo registrou queda no número de casamentos. Em 2015 foram 305.391 e em 2016 um total de 296.546.

Para o economista Hipólito Martins Filho, os casais acabam se unindo para conseguirem mais estabilidade financeira. “Se for do ponto de vista econômico a tendência é não casar, já que nossa economia está ruim. As uniões têm sido feitos para que as possam guardar dinheiro, fazer uma poupança financeira, coisas que dificilmente as pessoas fazem quando estão solteiras”, disse.

A professora Kamila Moreira do Prado Botaro, 28 anos, e o engenheiro agrônomo Flávio Luiz Botaro, 30 anos, se casaram por amor e não entram nessas explicações dadas pelos especialistas, mas colaboraram para engrossar as estatísticas. Eles se casaram no dia 14 de novembro do ano passado, em Rio Preto. “Foram nove meses de organização. O Flávio me pediu em casamento em 2015 e depois fomos atrás de cada detalhe para tudo sair como queríamos”, disse Kamila.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso